e-SicFacebookYoutube
-

Notícias

Cidade se prepara para receber a 1ª final mundial de um esporte realizada no Estado

Rampa do Monjolo, considerada hoje a melhor do Brasil para a prática do voo livre

11/03/2019

O estado do Espírito Santo vai sediar, pela primeira vez na sua história, a etapa final de um campeonato mundial na área esportiva. Baixo Guandu, localizada no Noroeste do Estado, vai receber mais de mil visitantes entre 19 e 30 de março, quando aqui se realiza a superfinal do Campeonato Mundial de Parapente. 
 
Serão 150 pilotos de 38 países competindo na superfinal do Parapente, com as atividades concentradas na rampa do Monjolo, que fica a 25 quilômetros do centro de Baixo Guandu e é considerada uma das 10 melhores do mundo, a 1ª do Brasil.
 
Baixo Guandu está se preparando para receber esta grande atração internacional do esporte, que vai movimentar aproximadamente R$ 1 milhão na economia da cidade com os mais de mil visitantes, sendo 300 deles estrangeiros.
 
O prefeito Neto Barros usou ontem as redes sociais para falar da importância da final do mundial de parapente, lembrando que o sonho de alavancar o município através do esporte e do turismo começou em 2001, acabou suspenso “por falta de visão e desamor e ficou adormecido ”, quando a atual gestão acreditou no potencial do voo livre. “De 2013 para cá decolamos”, disse o prefeito.

Nos últimos seis anos, sempre com incentivo e apoio da Prefeitura, Baixo Guandu já sediou etapas dos campeonatos estadual, brasileiro, pan-americano e mundial de parapente, transformando a cidade numa referência mundial do esporte.
 
E o ápice desta trajetória acontece neste mês de março de 2019: por escolha dos próprios pilotos, Baixo Guandu vai sediar durante 11 dias as competições da superfinal do mundial de parapente. São 5 pilotos brasileiros competindo e mais 145 de aproximadamente 38 países, num espetáculo que colore o céu da cidade e faz com que o Guandu se transforme numa grande diversidade cultural e de idiomas.
 
“Os pilotos de todo o mundo adoram a cidade, pela receptividade da população e pela segurança que ela proporciona, com violência praticamente zero”, disse na semana passada o representante da Associação Capixaba de Voo Livre, Marcos Aurélio Pinheiro, que já está em Baixo Guandu preparando a organização da competição.
 
Reconhecida por lei estadual como Capital Capixaba do Voo Livre, Baixo Guandu possui a melhor rampa do Brasil para a prática do Parapente (Monjolo) e as térmicas aqui são consideradas excelentes para a prática do esporte.


ES

BrasãoRua: Francisco Ferreira, n°40 Bairro: Centro CEP: 29730 – 000
Tel.: (27) 3732 – 8900 | Fax: (27) 3732 – 8900
CNPJ: 27.165.737/0001-10

Desenvolvido por DesignMaster Agência Digital