e-SicFacebookYoutube
-

Notícias

Baixo Guandu já percebe os reflexos positivos com o Campeonato Mundial de Parapente

Céu de Baixo Guandu Crédito: Frank Brown

18/04/2013

 

Na semana de comemoração dos 78 anos de emancipação política de Baixo Guandu, a cidade recebe turistas de 33 países diferentes. São atletas japoneses, turcos, mexicanos, portugueses, alemães, italianos e diversos outros países que estão ocupando os hotéis da cidade, frequentando os restaurantes e lanchonetes, colorindo o céu do município com os parapentes.

O comércio, em geral, já tem percebido reflexos positivos com o número de pessoas que visitam nossa cidade. A rede hoteleira está com toda sua capacidade de hospedagem esgotada, criando oportunidade para quem quiser alugar casas ou apartamentos.

Para Kátia Ferreira Silva, gerente de hotel no centro da cidade, a movimentação dos turistas é muito importante para o município. O hotel está com 34 dos 43 quartos ocupados com os parapentistas. “Isso traz um acréscimo para o comércio em geral. Ver os quartos ocupados por pessoas do mesmo grupo só acontece com o campeonato nacional de parapente”, disse.

Os restaurantes da cidade também recebem os turistas diariamente nessa semana de campeonato. “É muito bom ver caras novas na cidade e ter um movimento a mais no comércio. Estamos tentando atendê-los da melhor maneira possível e não temos tido problemas para entender o que eles querem pedir”, disse Adelsa Marcelino de Souza, proprietária de restaurante.

Na última quarta (17) um cerimonial da cidade recebeu os parapentistas de forma especial. Para um evento fechado, alguns deles decidiram chegar ao cerimonial direto do céu. “Foi o máximo ver aquele monte de atletas pousando aqui em frente”, disse Luciane Souza B. Holz, proprietária do local e acrescentou “é ótimo termos pessoas te tantos lugares diferentes na cidade”.

Cada etapa do “Paragliding World Cup” (Copa do Mundo de Parapente) acontece em um continente. Na América Latina Baixo Guandu será a única cidade a sediar o evento. “Então, este evento é algo que fortalece a economia local, mas também da região, criando uma verdadeira sinergia”, disse Clovis Rodrigues, Secretário de Desenvolvimento Econômico. As próximas etapas acontecem na França, Sérvia e Turquia.

Baixo Guandu recebe esse mix de culturas, idiomas e nacionalidades, fazendo com que a cidade e o comércio fiquem movimentados e diversificados. “É a primeira vez que nosso município recebe um evento internacional e com tamanha relevância para o esporte brasileiro e mundial, e a cidade demonstra estar bem preparada, pois queremos estar prontos para sediar novos eventos como este”, contou o secretário.

 

E o que estão achando os turistas?

Para os atletas e turistas, o Campeonato está muito organizado e as paisagens são convidativas para o salto de parapente. “Achei as paisagens lindas, gostei das pedras escuras e do verde da região”, disse Michael Siegel, 25 anos, que é suíço e participa da Paragliding World Cup há cinco anos e há dez é praticante de vôo livre. Michael ficou na 11° posição no primeiro dia de prova e na segunda prova passou para o 8° lugar.

A atleta japonesa, Seiko Fukuoka, está ansiosa pela melhora do tempo, pois o clima não permitiu a realização de todas as provas até o momento. O dia de quinta-feira (18), para Seiko, já amanheceu com boa condição de vôo. “Hoje o tempo está ajudando para os saltos”. A atleta participa há três anos do PWC e há 12 anos pratica o esporte.

Já a francesa Gaëlle Guibourdenche, está na cidade a passeio, acompanhando e torcendo pelo esposo que é competidor. “Estou com boas expectativas das provas, pois o tempo está dando melhores condições de voo para os pilotos”, disse, “nos momentos de folga passeamos pela cidade, fomos a municípios vizinhos, a clubes e também fizemos passeios a cavalo”, acrescentou.

 

 

Assessoria de Comunicação – PMBG

Elaine Zambon

ES

BrasãoRua: Francisco Ferreira, n°40 Bairro: Centro CEP: 29730 – 000
Tel.: (27) 3732 – 8900 | Fax: (27) 3732 – 8900
CNPJ: 27.165.737/0001-10

Desenvolvido por DesignMaster Agência Digital