Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Acompanhamento da situação do rio Doce em Baixo Guandu

Terça-feira, 10/11/15     Atualizado às 18h

Na segunda-feira, dia 09, o SAAE interrompeu por um período a captação da água para análise e avaliação de sua potabilidade. O que antes era uma grande onda de rejeitos foi-se separando e transformando em duas camadas distintas.

Também ontem, por volta das 20h, verificou-se a passagem de uma primeira água um pouco turva. Em consequência, a captação foi interrompida durante a madrugada para verificar os padrões de potabilidade, cujo resultado da amostra demonstrou que a água ainda estava apropriada para o consumo humano e, portanto, manteve-se a captação e o tratamento, dando continuidade ao abastecimento normal na cidade. Porém, assim que a onda de lama mais densa se aproximar de Baixo Guandu a captação será suspensa.

“Quando esse volume de rejeitos chegar, aí sim a captação será interrompida e serão colocadas em prática as ações emergenciais. Para garantir minimamente o abastecimento, a captação de água será feita no rio Manhuaçu-MG e na barragem da Usina de Aimorés e levada, através de auto tanques, até a estação de tratamento do SAAE de Baixo Guandu”, informa o diretor do órgão, Luciano Magalhães.

Boletim oficial divulgado no início da tarde de hoje pelo Sistema de Alerta de Eventos Críticos (SACE) do CPRM – Serviço Geológico do Brasil, informa que pelos dados atuais a previsão é que a massa de água com elevada turbidez chegue ao município de Baixo Guandu entre a sexta, dia 13, e o sábado, 14/11.

Um posto de espera foi montado nas dependências da Polícia Militar de Baixo Guandu e, até o momento, o equipamento de apoio que chegou ao município foi um auto tanque com capacidade para 16 mil litros de água bruta, cedido pelo Corpo de Bombeiros do Estado do Espírito Santo. A empresa Samarco também cedeu ao município de Baixo Guandu alguns equipamentos: 05 auto tanques com capacidade total de 50 mil litros de água bruta, 01 carro pipa com capacidade para 10 mil litros de água potável e outro carro pipa com capacidade para 18 mil litros de água potável.

Na manhã desta terça-feira  uma equipe do Ibama visitou o Posto de Comando de Operações de Baixo Guandu e informou que o órgão está utilizando uma aeronave fornecida pela empresa Samarco para viabilizar o monitoramento das margens e leito do rio Doce.

As aulas nas escolas e creches municipais que estavam suspensas serão retomadas amanhã, dia 11.

A administração municipal reitera a orientação para que a população evite transitar ou permanecer nas margens do rio Doce nos próximos dias.

Novas informações oficiais poderão ser repassadas a qualquer momento. 

Fonte: Posto de Comando de Operações, SAAE e Prefeitura de Baixo Guandu.

Informações à Imprensa                                    
Assessoria de Comunicação PMBG
noticia@pmbg.es.gov.br

(27)  3732-8914

(27)  3732-1700

(27) 99299-1037

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content