Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Ação Social

Reunião trata de políticas públicas em defesa dos direitos das mulheres guanduenses

Autoridades no auditório da prefeitura municipal. Foto Ascom (Fhilipe Gonçalves)

Na manhã desta quinta-feira (04), às 09h, a Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, realizou uma reunião no auditório da prefeitura municipal com representantes de diversos órgãos do município para discutir sobre ações de enfrentamento a violência doméstica e familiar contra as mulheres.

O vice-prefeito, Dr. Patrick Favarato Perutti, ressaltou no início da reunião a importância da reativação do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher visando criar mecanismos de proteção e assistência, para mulheres em situações de vulnerabilidade.

Durante a reunião foram discutidas políticas públicas para coibir de forma efetiva todas as formas de violências, sofridas pelas mulheres dentro do núcleo familiar, que podem resultar em casos mais graves. “Precisamos criar mecanismos para evitar que as mulheres continuem a serem agredidas pelos seus parceiros”, ressaltou Secretário de Ação Social, Filipe Mendonça Fernandes.

Representantes das polícias civil e militar participaram da reunião com sugestões para melhorar o atendimento às vítimas de agressões, de modo a tornar mais humanizado o acolhimento nos órgãos.

Também foi ressaltada a importância da realização da denúncia dessas agressões através dos órgãos responsáveis, sem que haja necessidade de ser realizada somente com representação da vítima, mas também por aqueles que testemunharam as agressões ou violação dos direitos.

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), contextualizou os atendimentos ofertados pelo órgão as mulheres vítimas de violência, que requer uma análise ampla, envolvendo a família e a comunidade.

O legislativo municipal, por meio de seus representantes, se colocou a disposição para se for precisa revisar as matérias legislativas que versam sobre a defesa dos direitos das mulheres.

A reunião foi finalizada, com o desdobramento da criação de uma rede de enfrentamento a Violência contra a Mulher, reativação do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher e a necessidade de implementação de um programa municipal voltado para o enfrentamento da violência contra as mulheres.