Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Conselheiros Municipais de Saúde recebem capacitação

 

O Conselho Municipal de Saúde com apoio e organização do Centro de Apoio Operacional de implementação das políticas de Saúde – Ministério público do Espírito Santo promoveu, nesta terça (26), uma capacitação para Conselheiros Municipais. O evento aconteceu no auditório da Promotoria de Baixo Guandu, com palestras e debates que trabalharam os assuntos como, Fundo de Saúde, Regulação / Controle e Auditoria no Sistema Único de Saúde e Atuação do Conselho no município.

Para José Adalberto Dazzi, Procurador de Justiça e Dirigente do Centro de Apoio Operacional de Implementação das Políticas de Saúde – CAPS, a parceria entre a Procuradoria e o Conselho de Saúde Municipal é de suma importância. “É muito importante andarmos juntos, pois com isso temos a participação da comunidade na construção do SUS que não é um projeto acabado, o SUS está sempre em construção”, disse.

Letícia Scardua, Presidente do Conselho de Saúde Municipal, acredita que a capacitação amplia os horizontes do conselho na busca de melhorias na saúde pública. “A capacitação abriu nossa visão para nos vermos como representantes da população e abriu um leque de opções de setores que ainda temos de atuar”, contou.

Na opinião de Dazzi, para quem exerce um cargo na saúde é essencial conhecer a fundo as necessidades do setor. “Se a pessoa não conhecer as questões básicas terá dificuldade em exercer o seu cargo no serviço público de saúde”, acrescentou o Procurador.

Além da participação do Procurador de Justiça o evento contou com palestras de Bartolomeu Martins Lima que é Chefe da Divisão de Convênios e Gestor do Núcleo do Ministério da Saúde no Estado do Espírito Santo, e Paulo César Barros que é Representante do Serviço de Auditoria do Ministério da Saúde no Espírito Santo – SEAUD/ES. Durante a capacitação os participantes tiveram oportunidade de tirarem suas dúvidas sobre o Fundo Municipal de Saúde, Financiamentos, dentre outros assuntos.

José Adalberto Dazzi acrescenta que o Sistema Único de Saúde permanece em constante movimento. “Se eu fosse escolher um símbolo para o SUS, escolheria a espiral, pois nela você está sempre em movimento, você não para”, encerrou.

 

 

Assessoria de Comunicação – PMBG

Elaine Zambon

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.