Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Gestão amplia vagas no cemitério da cidade: Exército indagou sobre capacidade de sepultamentos

O Exército Brasileiro, através de representação localizada no município de Vila Velha, enviou ofício a vários municípios capixabas, datado de 13 de abril, indagando aos prefeitos sobre quantidade de cemitérios, disponibilidade de sepulturas e capacidade diária de sepultamentos.
 
Baixo Guandu também recebeu este ofício, mas já tinha se antecipado à indagação do Exército, ampliando a capacidade do cemitério local para até 80 novas vagas, construídas em sistema vertical – com as chamadas gavetas para acomodação dos corpos.
 
A iniciativa da Prefeitura teve apenas um caráter preventivo, em função da pandemia de coronavírus, que pode num eventual agravamento necessitar de novos espaços para sepultamento. O cemitério de Baixo Guandu está com capacidade muito limitada nos últimos anos e a construção dos jazigos de forma vertical garante mais espaços. Quarenta  já estão concluídos e mais 40 devem estar concluídos ainda nesta semana.
 
A preocupação do Exército Brasileiro é parecida com aquela vivida por dezenas de municípios capixabas, onde os cemitérios estão com capacidade reduzida. Em caso de aumento da demanda por sepultamentos, em função de prováveis mortes causadas  pelo novo coronavírus, estes municípios teriam dificuldade em acomodar os corpos.
 
Antes da indagação do Exército Brasileiro, a Prefeitura de Baixo Guandu já tinha tomado a providência de ampliar as vagas no cemitério local. Ao todo serão mais 80 espaços para sepultamentos, construídos em alvenaria e de forma vertical.


O Exército Brasileiro indagou a Prefeitura de Guandu sobre a capacidade de sepultamentos diários

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content