Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Produtores rurais de Baixo Guandu serão beneficiados com a construção de mais de 1.300 cisternas

Mais de 500 pessoas participaram do Iº Encontro da Associação de Moradores e Pequenos Produtores de Ibituba, ontem dia 26. O evento contou com a presença do prefeito Neto Barros, do vice Eloy Avelino Júnior, vice-governador Givaldo Vieira, prefeito de Laranja da Terra, Joadir Lourenço, diversos vereadores representando a Câmara de Baixo Guandu e secretários municipais.

No Iº Encontro foi divulgado o projeto disponibilizado pelo Governo Federal, através do Governo do Estado e Aderes (Agencia de Desenvolvimento de Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo), que visa à construção de mais de 1.300 cisternas no interior do município. De todas as cidades do estado, Baixo Guandu é o que mais receberá esse investimento.

Os produtores rurais estarão sendo assistidos pelo projeto que busca melhorar o dia-a-dia no campo com a capitação e utilização das águas pluviais. As cisternas são construídas para colher as águas das chuvas, através de calhas instaladas nos telhados das casas. Assim, é possível utilizar a água em períodos de estiagem tanto para uso diário como para irrigação da lavoura.

Para o vice-governador é muito importante trazer esse benefício para a cidade, pois assim cria-se a oportunidade de melhorar a vida dos pequenos produtores. “Nós sabemos o quanto isso é importante para os moradores, ainda mais para os pequenos produtores rurais, pois isso traz crescimento”, disse. Além das cisternas o Governo confirma o projeto Comunicação no Campo, “diversos distritos de Baixo Guandu serão beneficiados, nos próximos anos, pela telefonia móvel 3G”, acrescentou Givaldo Vieira.

Para a construção dessas cisternas, o município irá preparar mão de obra qualificada. “Isso é geração de emprego, com o projeto formaremos, aproximadamente, 100 pedreiros e ajudantes de pedreiros. Além da formação, os profissionais serão equipados com um kit de ferramentas”, disse Neto Barros.

Outra boa notícia é que os orçamentos para esse investimento serão feitos no município, ou seja, além da contratação de mão de obra local, os materiais de construção também serão comprados dentro de Baixo Guandu. “Faremos o orçamento do projeto junto com a Aderes. São aproximadamente 4 milhões de investimento para o município. Todo o material será adquirido dentro do município”, disse o prefeito.

As cisternas serão construídas preferencialmente no interior da cidade, e para isso, será feita uma pesquisa, a qual irá identificar as localidades com mais necessidade de receber o benefício.

Assessoria de Comunicação – PMBG

Elaine Zambon

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content