Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Agricultores familiares já fornecem 19% da merenda escolar e meta é atingir os 30% em 2019

As Secretarias de Desenvolvimento Rural e Educação promovem hoje (18/12) a partir das 8h30m, no Círculo Operário, um encontro com agricultores familiares de Baixo Guandu, quando será feito um balanço do fornecimento da merenda escolar em 2018 e serão debatidas as perspectivas para o próximo ano.
 
Em 2018, os agricultores familiares forneceram 19% da merenda escolar que é oferecida nas escolas de Baixo Guandu, mas a meta para 2019 é ampliar esta oferta, chegando aos 30%. Os principais produtos vendidos no ano foram ovos, feijão, farinha de mandioca, biscoitos, bolos, hortaliças, frutas e verduras.
 
O secretário de Desenvolvimento Rural Allony Torres explicou que a adesão dos pequenos agricultores ao fornecimento de produtos para a merenda, foi antecedida de 15 reuniões espalhadas por todo o município, junto às associações de produtores.
 
“Avançamos bastante este ano, mas para 2019 a meta é mais ambiciosa. Queremos que os agricultores familiares forneçam pelo menos 30% da merenda escolar em Baixo Guandu”, disse o secretário Allony, lembrando que hoje, no Círculo Operário, haverá o pré-lançamento do edital do próximo ano.
 
Os 19% fornecidos à merenda este ano, garantiram o pagamento de R$ 116.279,08 aos agricultores familiares, tratando-se de uma renda extra importante para quem aderiu ao programa.
 
Um total de 25 famílias forneceu produtos em 2018 para a merenda escolar, mas a Prefeitura quer ampliar este número em 2019. Uma das vantagens do envolvimento dos pequenos agricultores na merenda é também o fortalecimento da economia guanduense, já que os recursos ficam por aqui e acabam consumidos no comércio e no setor de serviços local.

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.