Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Alto Mutum Preto e KM 14 definem prioridades para o orçamento de 2018

Os distritos de Alto Mutum Preto e do Km 14 definiram esta semana, durante audiências públicas realizadas na ultima terça-feira e ontem (19/07), as prioridades  de obras e serviços para o ano de 2018.
 
Estas audiências públicas  realizadas nos distritos serviram para definir  prioridades do orçamento do próximo ano em Baixo Guandu e também para elaboração do Plano Plurianual (PPA), que define metas e diretrizes para o município no próximo quadriênio- 2018/2021.
 
Na terça-feira, um bom público compareceu à escola Francisco da Cunha Ramaldes, em Alto Mutum, para dialogar com o prefeito Neto Barros e a equipe técnica da Secretaria de Planejamento, quando foram indicadas pela própria população as prioridades do distrito em 2018.
 
Por indicação dos moradores, o distrito de Alto Mutum definiu como prioridades máximas: a renovação da frota de ambulâncias do distrito, a construção/ reforma da creche local, a construção e cobertura de uma quadra poliesportiva da localidade e ainda a manutenção de estradas, com patrolamento, cascalhamento e alargamento de vias.
 
Como alternativa, os moradores pediram ainda uma praça com área de lazer, conclusão do calçamento da rua Sinval Emerick e manutenção da rua João Julio Cardoso e demais vias da sede do distrito, além da reforma de pontes e colocação de veículo à disposição para levar pacientes para realização de exames médicos na sede de Baixo Guandu e outras localidades.
 
No distrito do Km 14, a audiência pública realizada ontem na escola Elza Ewald definiu como prioridade maior, por indicação dos moradores para o ano de 2018: renovar a frota de ambulâncias, a manutenção de estradas com patrolamento, cascalhamento e alargamento de vias e ainda a ampliação do programa horas/máquinas para atendimento aos produtores.

Os moradores apontaram ainda a necessidade da dragagem do rio Mutum, o tratamento da rede de esgotos, a reforma do prédio da escola Elza Ewald e manutenção das estradas da Jacutinga e Mutum Claro.

As duas audiências tiveram presença de vários vereadores da Câmara Municipal, secretários municipais e uma excelente participação dos moradores dos distritos. A equipe técnica da Secretaria de Planejamento apresentou um vídeo prestando contas das maiores obras/serviços realizados desde 2013 no município, analisando em seguida os principais pontos que são prioridades  e estão previstos no Plano Plurianual 2018/2021.
 

Forte crise
O prefeito Neto Barros manteve nas duas audiências públicas um diálogo  sincero com as comunidades do Alto Mutum e do KM 14. Neto relatou a forte crise econômica e política  que assola o país, destacando, no entanto, que neste contexto Baixo Guandu continua realizando obras importantes e atraindo investimentos, apresentando um excelente índice de desenvolvimento.
 
Neto Barros fez um apelo em favor da união de todos para Baixo Guandu continuar trilhando um caminho seguro, pedindo apoio das comunidades na missão difícil de administrar o município. Da mesma forma, o prefeito falou da importância do apoio dos vereadores aos projetos do Executivo, garantindo que o diálogo com a Câmara Municipal será permanente.
 
Para o prefeito, mesmo com toda a crise, Baixo Guandu tem razões para pensar de forma otimista, com ações voltadas ao crescimento econômico. Um dos exemplos é a inauguração, em agosto, da maior indústria de confecção do Estado, na sede do município.
 
Neto reafirmou a disposição de continuar fazendo uma gestão com contas equilibradas, valorização do servidor público, busca constante do crescimento e uma série de outras ações que permitam atender às reivindicação das comunidades da sede e interior.
 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.