Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Engenheiros da Arcelor reafirmam que aplicação do Revsol não causa danos ao meio ambiente

Em palestra realizada ontem à tarde (28/02) no auditório do Círculo Operário, engenheiros e técnicos da ArcelolorMittal Tubarão garantiram q ue o Revsol, que é um produto obtido no processo da fabricação do aço e será aplicado em estradas de Baixo Guandu, não causa qualquer dano ao meio ambiente. 
 
Uma equipe da ArcelorMittal veio a Baixo Guandu prestar esclarecimentos em função de questionamentos feitos nas redes sociais, dando conta de que o produto pode ser nocivo à natureza. Mesmo convidadas, as pessoas que questionaram não apareceram para participar do debate.
 
Cerca de 100 pessoas foram ao Circulo Operário, para ouvir especialmente os engenheiros Ricardo Filipe Teixeira Moreira e Ronaldo La Court, quando ambos apresentaram em data show explicações sobre o processo da  obtenção do Revsol, na fabricação do aço, até a utilização do produto em estradas.
 
Há 12 anos o Revsol é aplicado em estradas capixabas, dentro do programa “Novos Caminhos”, da Arcelor, beneficiando mais de 30 municípios do Estado. Já foram utilizados 1,7 milhão de toneladas do produto em convênio com Prefeituras, que entram apenas com a mão de obra na utilização do Revsol.  A Arcelor entrega e dá toda a assistência técnica na aplicação do produto.
 
A administradora Scharlene Dipré da Silva, coordenadora de Comunicação e Imagem da ArcelorMittal, disse ontem na abertura do encontro que Baixo Guandu foi o primeiro município do Espírito Santo a questionar a aplicação do Revsol. 
 
“Mas estamos aqui exatamente para esclarecer dúvidas, debater e mostrar à cidade que o Programa Novos Caminhos é executado há 12 anos no Estado com grande benefício à população, sem comprometer o meio ambiente”, falou Sharlene Dipré.
 
Baixo Guandu vai receber inicialmente 3 mil toneladas do Revsol, que devem chegar à cidade em 20 dias e será estocado em local apropriado para ser utilizado nas estradas do interior. A aplicação poderá estar sendo feita no final de março, sendo que uma equipe técnica da Arcelor já esteve na cidade capacitando os operadores das secretarias de Obras, Desenvolvimento Rural e Serviços Urbanos.
 
A parceria entre o município de Baixo Guandu e a ArcelorMittal foi firmada pelo prefeito Neto Barros no mês de janeiro. Trata-se, de acordo com Neto, de um grande avanço na melhoria e manutenção das estradas do meio rural, já que o Revsol, corretamente aplicado, garante uma grande durabilidade às vias interioranas que eventualmente chegam a ficar interrompidas no período chuvoso.
 
Com o Revsol, a estrada de terra ganha aspecto acimentado e o piso não é prejudicado com as chuvas de forma acentuada. Ou seja, a durabilidade do serviço é grande e a estrada pode escoar a produção agrícola o ano inteiro.
 
No encontro de ontem, os engenheiros da Arcelor mostraram em fotos no data show, várias estradas beneficiadas em todo o Estado. Entre eles no município de Itaguaçu, onde a serra do Lage, no território daquele município, teve aplicação do Revsol com ótimos resultados.

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.