Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Gabinete de Gestão Integrada Municipal se reúne para discutir questões ligadas à segurança

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que foi criado em Baixo Guandu em 2013 e proporcionou ótimos resultados no combate à violência no município, voltou a se reunir ontem no auditório do Fórum.
 
O encontro serviu para fazer uma análise geral da  segurança em Baixo Guandu, objetivando manter ações conjuntas entre o poder público municipal, as polícias Civil e Militar, o Ministério Público e o Poder Judiciário no combate ao crime.
 
Embora a segurança pública seja uma atribuição do Governo do Estado, o GGIM atua como órgão auxiliar no combate à violência, procurando sempre identificar ações que possam melhorar a segurança em Baixo Guandu.
 
O Gabinete de Gestão Integrada Municipal surgiu em 2013 num momento de crise na segurança pública, quando o número de homicídios em Baixo Guandu era considerado extremamente elevado e os crimes contra o patrimônio também fugiam dos padrões para um município  com cerca de 30 mil habitantes.
 
Os resultados desta ação conjunta foram excelentes, com queda de aproximadamente 60% no número de assassinatos entre 2013/2016 e bons resultados também na ocorrência de furtos e roubos, os chamados crimes contra o patrimônio.
 
Na reunião de ontem, o comandante da 2ª Cia do 8º Batalhão da Polícia Militar, capitão Wagner Batista, fez uma explanação sobre a segurança no ano de 2017, destacando que o índice de furtos e roubos continua em baixa, porém existe uma preocupação maior com relação aos crimes contra a vida.
 
O capitão Wagner relatou uma série de ações voltadas ao combate ao tráfico de drogas e ao policiamento preventivo realizado pela Polícia Militar diariamente na cidade, com realização de blitze em pontos estratégicos visando ampliar a garantia da segurança da população.
 
O prefeito Neto Barros mais uma vez destacou a importância da atuação do GGIM, lembrando que desde 2013 os índices de violência em Baixo Guandu sofreram uma forte queda em todos os setores.
 
Neto Barros entende que, embora seja de responsabilidade do Estado, a atuação conjunta do município com as policias Civil e Militar, Ministério Público e Poder Judiciário, torna mais eficiente o combate à violência.
 
“É muito importante analisarmos em conjunto a questão da segurança pública e buscarmos soluções de forma ampliada. Os números mostram que avançamos muito no combate à violência desde 2013 e podemos melhor ainda mais”, disse o prefeito Neto, que anunciou reuniões do GGIM a cada 60 dias no ano de 2017.
 
A reunião do GGIM teve ontem uma excelente participação, com presenças do prefeito Neto Barros e vice prefeito Eloy Avelino, do presidente da Câmara Wilton Minarini e demais vereadores,  secretários municipais, defesa civil representantes da  Polícia Militar.
 
Durante cerca de duas horas, os debates analisaram a segurança pública como um todo, focando inclusive a questão social que envolve o assunto e a importância das câmeras de segurança que estão instaladas na cidade e sempre auxiliam na elucidação de crimes.
 
A Polícia Militar confirmou no encontro também a continuação do PROERD, um programa desenvolvido em colaboração com o município junto às escolas, voltado à prevenção da violência e ao combate do uso de drogas entre a juventude.

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content