Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Inverno: atenção com doenças virais

Resfriado, gripe e sinusite viral. Essas são algumas doenças mais comuns no inverno. Apesar de a estação começar oficialmente no dia 21 de junho, o frio já se faz sentir. Essas enfermidades surgem porque, com a queda de temperatura, as pessoas ficam mais tempo em ambientes fechados. A tosse ou o espirro de indivíduos contaminados, principalmente em locais não ventilados, são um prato cheio para o vírus se disseminar, infectando outras pessoas.

Gripe x resfriado

Embora os sintomas da gripe e do resfriado sejam semelhantes, os da gripe são bem mais intensos. A pessoa doente obrigatoriamente tem febre que ultrapassa 38,5º C. As dores no corpo, a sensação de mal-estar intensa e a cabeça torporosa comprometem a execução de atividades físicas e intelectuais, ou seja, a enfermidade deixa a pessoa de cama. Os vírus influenza, causadores da doença, manifestam-se em toda a árvore respiratória e podem gerar complicações graves e até a morte.

Já os mais de 200 vírus que podem provocar o resfriado acometem as vias respiratórias superiores (nariz, faringe e laringe). Os sintomas mais comuns são: secreção nasal transparente, leve cansaço, espirros, tosse, dor ou coceira na garganta, lacrimejamento, dor no corpo, febre baixa e de curta duração. O diagnóstico é feito com base nos sintomas.

Sinusite

Outra doença comum no inverno é a sinusite viral. Ela causa dor nos dois lados do rosto, coriza, secreção ocular, irritação no nariz, espirros e congestão nasal. Mas, geralmente, dura menos de dez dias. O diagnóstico é estabelecido em uma consulta médica, portanto, não é necessária a realização de exames, como o raio X da face.

Tratamento

As doenças virais são combatidas com repouso relativo, hidratação oral (com água e sucos) e remédios para aliviar e tratar os sintomas que aparecerem, como a febre, dor de cabeça e mal-estar.

Público mais suscetível às doenças virais

Quase toda a população está susceptível às doenças virais no inverno. Porém crianças, imunodeprimidos (como diabéticos) e idosos são mais vulneráveis ao desenvolvimento das formas mais graves da gripe, uma vez que o sistema de defesa contra os micro-organismos não está em pleno funcionamento (no caso das crianças) ou não funcionam corretamente (no caso dos imunodeprimidos).

Prevenção em relação às doenças virais:

* Ter uma alimentação saudável, associada à prática de atividade física, garante um reforço à imunidade.
* Lavar as mãos várias vezes ao dia
* Cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar
* Evitar tocar o rosto
* Não compartilhar objetos de uso pessoal
* Evitar contato prolongado com pessoas resfriadas ou gripadas e locais com grandes aglomerações
* No caso da gripe, há também a vacinação, que impede o desenvolvimento da doença e suas formas graves, como a pneumonia e a internação por essas patologias.

Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação PMBG
Eduardo Candeias
Fabiano Damasceno
noticia@pmbg.es.gov.br
(27) 3732-8914
Edição: Eduardo Candeias

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content