Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Mês de Combate à Hanseníase: município oferece programa de tratamento

Janeiro é o mês de combate à hanseníase.  Em Baixo Guandu, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolve o Programa de Combate à Hanseníase, que funciona na sede da Vigilância Sanitária, localizada à Rua Fritz Von Lutzow, 217, no Centro.  O programa conta com médico e enfermeiro para atendimento à população.

A hanseníase é uma doença que deixa de ser contagiosa após o primeiro mês de tratamento e que tem cura. Um dos indícios do problema de saúde são manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas na pele, com perda ou alteração de sensibilidade.

O desconhecimento dessas informações, por parte da sociedade, gera isolamento familiar e social destes pacientes, o que acaba por trazer ainda mais sofrimento aos portadores da enfermidade. O diagnóstico passa pelo exame clínico de pele, que pode ser realizado nas Unidades de Saúde de Baixo Guandu. Se for necessário, o paciente será encaminhado ao programa para a confirmação da doença, por meio da baciloscopia e/ou biópsia.

Saiba mais

A hanseníase é uma doença infecciosa, crônica, de alto poder incapacitante. Entre os sintomas estão área de pele seca e com falta de suor, queda de pêlos (especialmente os das sobrancelhas), manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas na pele, com perda ou alteração de sensibilidade.

O tratamento realizado no SUS é feito a partir da associação de vários medicamentos, conforme classificação do estágio da doença. O contágio só acontece se o doente não estiver em tratamento e se dá por meio de fala, tosse, espirro e respiração.

Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação PMBG
Eduardo Candeias
Fabiano Damasceno
noticia@pmbg.es.gov.br
(27) 3732-8914
Texto: Eduardo Candeias

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content