Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

UGT Nacional reconhece esforço da PMBG na melhoria das condições de trabalho dos servidores públicos de municipais

O prefeito Neto Barros, a convite da União Geral dos Trabalhadores Nacional (UGT), participou do 3º Congresso da categoria, realizado entre os dias 16 e 18 de junho, no Palácio das Convenções do Anhembi, na cidade de São Paulo.

O prefeito, que já havia sido homenageado pela UGT/ES como “Prefeito amigo do trabalhador”, por ocasião das comemorações do Dia do Trabalho, em Baixo Guandu, foi convidado pela diretoria da UGT Nacional pelo trabalho que vem realizando junto ao Sindicato dos Servidores Públicos do município.

Acompanhado do presidente e do vice-presidente da UGT Espírito Santo, Ari George e Juscelino Brzesky, que também preside o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Baixo Guandu, o prefeito presenteou Ricardo Patah, presidente da UGT Nacional,  com uma garrafa da cachaça de manga fabricada por uma família de agricultores rurais do município.

“Neto Barros recebeu um convite especial da direção nacional da UGT para participar do Congresso pela flexibilidade na negociação com o movimento sindical”, explicou Juscelino Brzesky.

DESPESAS DE VIAGEM

O sindicalista aproveitou para lembrar que todas as despesas de viagem do prefeito à capital paulista para participar do Congresso, incluindo hospedagem e alimentação, foram custeadas pela UGT Nacional.

“Assim como as de todos os mais de quatro mil delegados que participaram do Congresso”, completou Brzesky.

CACHAÇA DE MANGA

Levar o nome de Baixo Guandu a outras regiões, divulgando suas potencialidades humanas e econômicas, é uma das características mais marcantes da atual administração municipal.

O gesto quase simbólico em retribuir a UGT Nacional com um exemplar da cachaça de manga fabricada no município enseja um propósito mais amplo de divulgar o que Baixo Guandu tem de melhor.

“Ficamos muito contentes em saber que o prefeito presenteou o presidente de uma organização tão importante, como a UGT Nacional, com a nossa cachaça”, disse Lúcio Raasch, que, junto a sua esposa Tânia Gomes Raasch, produz a cachaça artesanal.

Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação PMBG
noticia@pmbg.es.gov.br

(27) 3732-8914 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *