Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Visita de dirigentes da Vale analisa projetos para a cidade

O prefeito em exercício Eloy Avelino recebeu ontem (21/02) no gabinete, os dirigentes da Vale Henrique Lobo e Jaime Pacheco Henriques, que vieram a Baixo Guandu numa visita institucional para analisar projetos de interesse da população local. 
 
O engenheiro Henrique Lobo (chefe de relações institucionais da estrada de ferro) e Jaime Henriques (analista de relações institucionais com as comunidades), reiteram na visita ao prefeito em exercício o interesse da Vale em manter uma aproximação contínua com Baixo Guandu, visando o aprimoramento de interesses comuns da empresa com o município.
 
Entre os assuntos abordados no encontro, está a possibilidade da cessão, por comodato, de uma área da Vale para a Prefeitura instalar mais uma praça saudável, com equipamentos de lazer para a prática de exercícios físicos e espaço de entretenimento destinado a crianças.
 
Os dirigentes ressaltaram que a relação da Vale com as comunidades onde atua é uma prioridade da empresa, que vê nesta interação um meio permanente de troca de informações e experiências que buscam sempre o bem estar da população.
 
Aproveitando a visita do engenheiro Henrique Lobo, que é um especialista em meio ambiente, o prefeito em exercício Eloy Avelino solicitou uma consultoria sobre a situação do rio Mutum, que está com o leito muito assoreado e tem causado sérios problemas na comunidade do distrito do KM 14, no período chuvoso.
 
Henrique Lobo colocou-se à disposição para analisar esta situação junto com a administração municipal, que quer buscar uma solução para o problema. Quando chove forte, o rio Mutum invade grandes áreas do KM 14, inclusive na sede do distrito, exatamente por estar com o leito extremamente assoreado.
 
O prefeito em exercício Eloy Avelino aproveitou a oportunidade para solicitar também da Vale a doação de trilhos para melhorias em algumas pontes do interior, bem como a possibilidade da empresa ceder ao município, a área conhecida na cidade como “Eucalipto”, que fica na estrada que liga a cidade a Aimorés. Esta área poderia ser aproveitada com um projeto destinado à preservação e educação ambiental.
 
 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.