Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Baixo Guandu entra mais uma vez na rota internacional do esporte

Baixo Guandu irá receber mais de 130 pilotos entre os dias 11 a 18 de abril na Rampa do Monjolo para o Paragliding World Cup 2015 – Baixo Guandu ES – Brasil (Campeonato Mundial de Parapente 2015 – Baixo Guandu – ES). É uma ótima oportunidade para o município divulgar suas potencialidades e também para os moradores da cidade e região apreciarem o esporte.

O evento movimentará também a economia local, já que a cidade ficará agitada com a semana de comemoração dos 80 anos de emancipação política, chegada dos atletas e turistas de 33 países diferentes.

A expectativa com a realização da 1ª Etapa do Campeonato 2015 é promover a cidade no esporte e assim trazer desenvolvimento sustentável para região e firmar a Rampa do Monjolo como mais uma opção a nível internacional nas competições deste esporte.

No salto de parapente existem algumas modalidades, delas, três principais poderão ser apreciadas na etapa de Baixo Guandu: Campeonato de distância, Acrobacia Aérea e Percurso.

As provas serão realizadas todos os dias a partir das 11 horas na Rampa do Monjolo, localizada a 20 km do centro da cidade e possui 720m de altitude.

No próximo sábado (11/04), os pilotos fazem o reconhecimento da rampa e realizam treinos. A primeira prova será realizada no domingo (12/04) e a final, no sábado (18/04).


Etapas de prova:

O Campeonato Mundial de Parapente 2015 tem cinco etapas que acontecem em diversas partes do mundo e a primeira etapa será em Baixo Guandu – ES. Para quem não está familiarizado com o esporte fica a questão: Como funciona o Campeonato de Parapente?

Cada etapa do Campeonato Mundial acontece durante sete dias e cada uma delas tem um vencedor. Quem marcar mais pontos no final é o campeão da etapa e em cada dia do Campeonato a comissão de pilotos escolhe uma prova. Em cada uma das provas é escolhido os pontos de marcação e a chegada entre 50 e 120 km de distância do ponto inicial.

Para entender melhor como funciona uma modalidade de prova escolhida para um determinado dia: o piloto salta da Rampa do Monjolo, vai até a cidade de Pancas, volta por cima da Praça de Baixo Guandu e pousa em Afonso Cláudio há 112 km de distância do ponto inicial. Assim, quem chegar primeiro, tendo passado por todos os pontos é o vencedor.

Na pontuação, cada prova vale 1000 pontos e cada piloto usa GPS para marcar os locais da prova e assim, comprovar que passou em todos os pontos que foram escolhidos. Uma observação é que todas as provas são escolhidas conforme a condição meteorológica do dia.

Os pilotos somam pontos em cada uma das etapas do Circuito para garantir vaga na final que ocorre durante 12 dias. O piloto que somar a maior pontuação será o campeão geral do Circuito Mundial de Parapente 2015.

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Comunicação PMBG

noticia@pmbg.es.gov.br

(27) 3732-8914

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.