Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Coqueluche: Baixo Guandu vai vacinar grávidas a partir da próxima semana

O município de Baixo Guandu começará a vacinação das gestantes contra coqueluche a partir da próxima semana. Todos os 78 municípios do Estado vão receber a sua parte do total das 16,5 mil doses iniciais enviadas pelo Ministério da Saúde (MS) para o Espírito Santo.

A vacina estará disponível nas unidades básicas de saúde ao longo de todo o ano e deverá ser aplicada em mulheres comprovadamente grávidas, preferencialmente entre a 27ª e 36ª semana de gestação – o último trimestre de gestação gera maior concentração de anticorpos maternos para serem transferidos ao bebê. Mas, dependendo do caso, poderá ser administrada até 20 dias antes do parto.

A vacinação

A imunização de gestantes tem como principal objetivo proteger os recém-nascidos nos primeiros meses de vida contra a coqueluche, já que a primeira dose é aplicada nos bebês a partir dos dois meses de idade. A iniciativa estimulará a produção de anticorpos e a transferência deles ao feto durante a gestação.

A vacina (dTpa tipo adulto) é considerada segura e protege também contra difteria e tétano. A imunização deverá ser realizada toda a vez que a mulher ficar grávida, mas vale ressaltar que não substitui o atual esquema vacinal para as crianças menores de sete anos, que traz proteção mais duradoura.

A ação também contemplará profissionais de saúde que têm contato direto com bebês, como aqueles que atuam em maternidades e em Unidades de Tratamento Intensivo Neonatal (Utins). O objetivo é formar uma barreira contra a doença. Nesse caso, a ação será realizada no serviço de saúde.

Importância

A inclusão da vacina para gestantes no calendário nacional de imunização é uma medida proposta pelo Ministério da Saúde (MS) diante do alto número de casos de coqueluche registrados nos últimos três anos no País, incluindo o ES.

Entre 2011 e 2013 foram confirmadas no Espírito Santo 2.307 pessoas com coqueluche em todas as idades, sendo 838 casos em crianças menores de um ano. Essa faixa etária foi a mais acometida, o que corresponde a 36% dos registros. Nesse mesmo período, 11 mortes foram causadas pela doença. Desse total, sete ocorreram em bebês com menos de dois meses de vida, representando 63% dos óbitos.

Serviço Início da vacinação contra a coqueluche para gestantes
Quando:
a partir da próxima semana
Onde: em todo o Brasil; em unidades básicas de saúde de todos os 78 municípios capixabas
Quem: gestantes comprovadamente grávidas e profissionais de saúde que atendem diretamente recém-nascidos
Como: a vacina será aplicada preferencialmente em mulheres grávidas entre a 27ª e 36ª semana de gestação. Dependendo do caso, poderá ser administrada até 20 dias antes do parto. Gestantes que moram em lugar de difícil acesso poderão recebê-la a partir da 20ª semana de gravidez.

Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação PMBG
Eduardo Candeias
Fabiano Damasceno
noticia@pmbg.es.gov.br
(27) 3732-8914
Edição: Eduardo Candeias

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *