Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Reunião do GGIM define novas ações para conter a disseminação da COVID-19

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) fez uma reunião extraordinária na manhã de ontem (9/07), no auditório da nova Prefeitura, para analisar novas medidas que deverão ser adotadas em Baixo Guandu, visando conter a disseminação do vírus da COVID-19.

O encontro, realizado com medidas de segurança (uso de máscaras, distância entre os presentes), serviu para traçar algumas diretrizes de atuação conjunta entre os vários órgãos governamentais que atuam na prevenção e combate à pandemia.

Entre as decisões tomadas, constam as seguintes medidas práticas:

  • Intensificação da fiscalização na sede e interior do município, visando o cumprimento das medidas para evitar aglomerações e, consequentemente, a disseminação do vírus;
  • Realização de nova campanha institucional de alerta à população, conscientizando sobre a necessidade da ampliação dos cuidados pessoais (uso de máscara de proteção, higienização das mãos, distanciamento social) e orientações sobre procedimentos em caso de suspeita ou confirmação da doença;
  • Fiscalização mais efetiva sobre as pessoas contaminadas ou suspeitas da doença, para cumprimento rigoroso do isolamento domiciliar, sob pena de enquadramento no artigo 268 do Código Penal, que trata da disseminação de doença contagiosa;
  • Edição de novo decreto municipal, disciplinando o horário de funcionamento do comércio de forma mais precisa, atendendo a sugestões da CDL e às necessidades do funcionamento da economia com segurança. (Ontem a Prefeitura foi notificada pelo MP estadual para evitar a flexibilização do funcionamento do comércio).

O presidente da CDL Uberaldo Ditbenner esteve na reunião do GGIM e entregou ao prefeito Neto Barros algumas reivindicações e sugestões dos comerciantes.

Este documento já está sendo analisado e o novo decreto do prefeito Neto Barros, com novas orientações ao comércio, deve ser editado na próxima segunda-feira, uma vez que amanhã o governador Renato Casagrande, também por decreto, deve definir novas orientações sobre o funcionamento do comércio no Estado.

CONTROLE

Baixo Guandu ainda se encontra em situação de controle da pandemia de COVID-19, em comparação com outros municípios da região. Ontem Baixo Guandu estava com 262 casos confirmados da COVID-19 e 52 ativos (pessoas ainda não curadas), porém no encontro do GGIM as equipes de Saúde demonstraram uma clara preocupação com a possibilidade de um agravamento neste quadro.

O prefeito Neto Barros deixou claro que a preocupação número um é a preservação de vidas, com adoção de medidas para evitar a propagação da doença, no entanto considera que a economia deve se manter funcionando dentro de normas seguras, baseadas na Ciência.

O GGIM existe desde 2013 em Baixo Guandu e teve papel fundamental na queda de 80% nos homicídios nos últimos 7 anos. O Gabinete é formado por representantes da gestão municipal (prefeito e secretários), Promotoria Pública, Poder Judiciário, Polícias Civil e Militar e representantes da sociedade civil.

O promotor público José Eugênio Rosetti Machado participou da reunião do GGIM e reiterou a disposição do MP em continuar colaborando com as ações de combate à pandemia, inclusive na responsabilização penal a pessoas físicas e jurídicas que deixarem de atender às determinações para preservação da saúde pública.

O promotor José Eugênio, desde 2013, foi muito ativo nos trabalhos do GGIM e deve se aposentar nas próximas semanas, depois de 28 anos de atuação no MP em Baixo Guandu.

O prefeito Neto Barros agradeceu a dedicação do promotor à cidade e nos trabalhos do GGIM, ressaltando o relacionamento saudável com a gestão municipal, que permitiu muitos avanços no combate à violência e agora, na prevenção e combate à COVID-19.


0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content