Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Assistência Social

Primeira edição do projeto “Semadh Itinerante” atende moradores do bairro Rosário II

Foto Ascom

Na manhã deste domingo (21) os moradores do bairro Rosário II receberam a primeira edição do projeto “Semadh Itinerante” desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação da Prefeitura Municipal de Baixo Guandu/ES. Os atendimentos foram realizados das 8h às 12h, na escola municipal “EMEIEF” Darlene Maggioni Frankini.

De acordo com a Secretária de Assistência Social, Fernanda Mota Gonçallo, o projeto foi desenvolvido com o objetivo de levar os serviços da secretaria para a população Guanduense. “Muitas famílias não têm condição de se deslocar durante a semana até os pontos de atendimentos dos programas ofertados pela secretaria, devido ao trabalho ou mesmo por dificuldade de se locomover. Com esse projeto conseguimos alcançar essas famílias e incluí-las nos programas sociais”, enfatizou a Secretária.

Nesta primeira edição do programa, os pais tiveram acesso aos serviços do Bolsa Família como, por exemplo, a Atualização do Cadastro Único, através da pesagem das crianças, além de orientações sobre os serviços ofertados pelo CRAS – Centro de Referência de Assistência Social e CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social. Para as crianças foram montadas oficinas natalinas para confecção de enfeites de natal.

Esta edição do evento contou também com apresentação do grupo de capoeira, corte de cabelo gratuito e distribuição de algodão-doce e pipoca. A próxima edição do projeto ocorrerá no sábado dia 11 de dezembro, em frente à Caixa Econômica Federal.

Prefeitura de Baixo Guandu transfere mais de meio milhão de reais para entidades

Assinatura dos termos foi realizada na manhã desta quarta-feira (10). Foto Ascom

O prefeito municipal de Baixo Guandu, Lastênio Cardoso, assinou, na manhã desta quarta-feira (10), quatro Termos de Fomento para transferência de recursos de mais de meio milhão de reais destinados a quatro entidades sem fins lucrativos para projetos no município. A assinatura dos termos foi realizada no gabinete com a presença da Secretária Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Fernanda Mota Gonçallo, e representantes das quatro instituições contempladas no edital chamamento.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, os recursos transferidos para as entidades selecionadas em parceria com a Prefeitura Municipal, por intermédio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e do Fundo Municipal da Infância e Adolescência – FIA, deverão ser utilizados em projetos de promoção, proteção e defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

“Através da transferência desses recursos possibilitaremos que mais crianças e adolescentes possam ser contemplados com projetos sociais que certamente irão propiciar uma melhor qualidade de vida para esses jovens do município”, enfatizou o prefeito Lastênio Cardoso.

As quatro instituições que foram contempladas irão receber um total de R$ 543.893,18 (quinhentos e quarenta e três mil e oitocentos e noventa e três reais e dezoito centavos), sendo repassados da seguinte forma:

– Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Baixo Guandu/ES: R$ 124.556,04 (cento e vinte e quatro mil e quinhentos e cinquenta e seis reais e quatro centavos) para ações relativas ao “Projeto Alegria de Viver”;

– Organização da Sociedade Civil, Associação Culturas Negra: R$ 140.000,00 (cento e quarenta mil reais) para ações relativas ao projeto “Capoeira, Semeando Arte, Educação, Esporte, Cultura e Cidadania”;

– Organização da Sociedade Civil, Associação Esportiva Social e Cultural – AESC: R$ 139.999,14 (cento e trinta e nove mil e novecentos e noventa e nove reais e quatorze centavos) para ações relativas ao projeto “Fábrica de Campeões”;

– Organização da Sociedade Civil, Instituto Elos de Resistência – IER: R$ 139.338,00 (cento e trinta e nove mil e trezentos e trinta e oito reais) para ações relativas ao projeto “Ginga Guandu”.

Mulheres participam de palestra sobre empreendedorismo em Baixo Guandu

A prefeitura municipal de Baixo Guandu, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, realizou na noite desta quinta-feira (04), às 18 horas, a palestra de capacitação e qualificação profissional sobre o tema “COMO ADMINISTRAR SEU PRÓPRIO NEGÓCIO”, ministrada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/ES).

A palestra realizada no Auditório do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) teve como objetivo demonstrar a importância de se criar estratégias para adquirir melhores oportunidades no mercado de trabalho, mostrando a força que as mulheres possuem para liderar a própria empresa nesse cenário pós-pandemia que envolve principalmente os empreendimentos familiares.

“A mulher em muitos lares é a principalmente provedora de recursos para o sustento da família através de atividades formais e informais. A palestra é importante, pois apresenta para essas mulheres empreendedoras formas de otimizar a administração do negócio visando a expansão para mercados mais lucrativos”, destacou a Secretária de Assistência Social, Fernanda Mota Gonçallo.

A palestrante ressaltou a importância de ter organização, plano de negócio, gerenciamento de estoque e principalmente a regularização do empreendimento para evitar penalidades e aumentar o acesso a financiamentos para ampliar o negócio.

A Secretaria de Assistência Social alerta para os compromissos assumidos pelas famílias do Programa Bolsa Família

A Prefeitura de Baixo Guandu, preocupada em cuidar bem da população, através da Secretaria de Assistência Social e da Coordenação do Bolsa Família no município, vem por esta alertar para a importância das condicionalidades do programa Bolsa Família.

O Programa vai além de uma transferência de financeira para as famílias. Há um papel fundamental em reforçar o acesso das famílias à educação e à saúde, por meio de alguns compromissos, chamados condicionalidades.

Não basta as famílias estarem inscritas no Cadastro Único, tem que atender a todas as condicionalidades, mantendo os filhos com frequência regular na escola, cartão de vacina e os dados familiares sempre atualizados.

Condições para que o seu benefício não seja bloqueado:

  • O responsável familiar deve manter o Cadastro Único atualizado;
  • Os responsáveis devem matricular as crianças e os adolescentes de 06 a 17 anos na escola;
  • Para situações em que as crianças ou adolescentes tenham que faltar às aulas, e importante que a família informe o motivo na escola;
  • Os responsáveis devem levar as crianças e adolescentes para tomar as vacinas recomendadas pelas equipes de saúde;
  • Os responsáveis devem levar as crianças menores de 07 anos para pesar, medir e fazer o acompanhamento do crescimento e do desenvolvimento;
  • As gestantes devem fazer o pré-natal e ir às consultas na unidade de Saúde.

Na Educação

  • Os responsáveis devem matricular as crianças e os adolescentes de 06 a 17 anos na escola; A frequência escolar deve ser de, pelo menos, 85% das aulas para as crianças e adolescentes de 06 a 15 anos e de 75% para jovens de 16 e 17 anos, todo mês;
  • Para as situações em que as crianças ou adolescentes tenham que faltar às aulas, é importante que a família informe o motivo na escola.

Na Saúde

  • Os responsáveis devem levar as crianças menores de 07 anos para pesar, medir e fazer o acompanhamento do crescimento e do desenvolvimento;
  • Os responsáveis devem levar as crianças e os adolescentes para tomar as vacinas recomendadas pelas equipes de saúde;
  • As gestantes devem fazer o pré-natal e ir às consultas na Unidade de Saúde.

Na Assistência Social

  • O responsável Familiar deve manter as informações da família sempre atualizadas.

Documentos obrigatórios das pessoas que residem no domicílio para cadastro:

  • Certidão de Nascimento ou Casamento;
  • CPF;
  • Título de Eleitor;
  • Carteira Profissional;
  • Identidade;
  • Declaração Escolar;
  • Comprovante de Residência. (um talão de energia);
  • Comprovante de Renda.

Telefone de atendimento do Programa Bolsa Família: (27) 3732 – 1362

Secretaria Saúde realiza campanha para atualização do Programa Bolsa Família e da Caderneta de Vacinação nas escolas municipais

As Secretarias Municipais de Saúde e Educação iniciaram uma grande campanha nesse mês de outubro para atualização do cadastro do Programa Bolsa Família e da Caderneta de Vacinação de todos os alunos da rede municipal de ensino, que inclui escolas e creches.

A ação promovida pelas secretarias irá realizar a atualização do cadastro dos estudantes beneficiados pelo Programa Bolsa Família, além da conferência da caderneta de vacina com a imunização dos estudantes ainda não vacinados. Simultaneamente, a Secretaria de Saúde está realizando também um inquérito com coleta de Swab de 30% dos alunos, para investigação do índice de contaminação pelo corona-vírus nas instituições municipais, devido ao retorno gradual das aulas presenciais.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a ação tem por objetivo a atualização da caderneta de vacinação do maior número possível de crianças e adolescentes da rede municipal de ensino, uma vez que quanto maior a quantidade de pessoas imunizadas, menos a doença se propaga, possibilidade desta forma a erradicação da doença.

As vacinações são realizadas de acordo com o calendário do Programa Nacional de Imunizações (PNI), e todas as vacinas recomendadas no PNI estão disponíveis gratuitamente nos postos de saúde pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Essas vacinas oferecem proteção para diversas doenças como poliomielite, coqueluche, hepatites, tuberculose, pneumonia, meningite, febre amarela, sarampo, gripe, entre outras.

Projeto da Assistência Social de Baixo Guandu é premiado em Concurso do Governo do Estado

Janaína Lima atendida pelo projeto. Foto Reprodução

Baixo Guandu conquistou o 2.º lugar na Primeira Edição do Prêmio de Boas Práticas pela Primeira Infância Capixaba divulgado na tarde desta quarta-feira (27), pela Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social do Estado do Espírito Santo.

O município concorreu com o projeto “Preservação do Trabalho de Fortalecimento de vínculos familiar: Derrubando barreiras/COVID-19”, que proporcionou a continuidade do atendimento às famílias Guanduenses nesse período de isolamento social, trabalhando o vínculo entre os pais e as crianças, para proteger a segurança da saúde familiar.

Durante a realização do projeto dentro do “Programa Criança Feliz”, as famílias atendidas receberam orientações de psicólogos, assistentes sociais, pedagogos e visitadores que contribuíram em diversas atividades para tornar a relação mais próxima, priorizando assim mais tempo para o desenvolvimento da criança.

“Através do projeto foi possível trabalhar com mais ênfase o vínculo entre os pais e as crianças, tornando a convivência mais segura em relação ao suporte dos pais para com os filhos”, destacou a Secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Fernanda Mota Gonçallo.

O Concurso Boas Práticas Pela Primeira Infância Capixaba tem como objetivo identificar e dar visibilidade às boas práticas municipais voltadas para a primeira infância, bem como reconhecer o dia a dia dos profissionais e fortalecer as iniciativas de impacto positivo no desenvolvimento infantil e na disseminação das boas práticas e estímulos para as crianças capixabas.

O projeto foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação em parceria com a Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Desenvolvimento Humano do ES e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Vídeo institucional do projeto “Preservação do Trabalho de Fortalecimento de vínculos familiar: Derrubando barreiras/COVID-19”

Prefeitura abre inscrições para a palestra “Empreendedorismo Feminino”

O Sebrae por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação (SEMADH), convida você mulher para participar da palestra de capacitação e qualificação profissional com o tema “COMO ADMINISTRAR SEU PRÓPRIO NEGÓCIO”, com carga horária de 02 horas.

O objetivo da palestra e demonstrar o quão importante e criar estratégias para a mulher adquirir melhores oportunidades no mercado de trabalho, mostrando a força que as mulheres possuem para ser líder da sua própria empresa.

A palestra será realizada no dia 4 de novembro, às 18 horas, no Auditório do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

As Inscrições podem ser feitas até o dia 04/11/2021, de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h, no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).