Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Empresa inaugura Fábrica de Rações em Baixo Guandu

A administração municipal tem se empenhado para atrair novos empreendimentos para a cidade. Neste sábado, 25, a Coopeavi, Cooperativa Agropecuária Centro Serrana, inaugura a Fábrica de Rações Coopeavi em Baixo Guandu. A solenidade será às 16 horas, na área da fábrica, localizada no Polo Industrial de Baixo Guandu.

Com investimento superior a R$ 10 milhões, o empreendimento amplia a capacidade de produção de rações da cooperativa beneficiando mais de nove mil produtores associados. A unidade fica às margens da BR 259 e de importantes vias estaduais que ligam às cidades capixabas e mineiras que possuem atividades econômicas voltadas para a pecuária.

Fábrica

Construída com os mais modernos equipamentos do mercado, a Fábrica de Rações de Baixo Guandu dispõe de uma capacidade produtiva de 5 mil toneladas por mês, o que permitirá ampliar o atendimento da cooperativa à demanda da bacia leiteira do Espírito Santo e Leste de Minas Gerais. A empresa fornecerá 18 tipos de rações para bovinos e equinos, dentro de elevadas condições técnicas e sanitárias.

Seguindo rigorosamente as determinações da legislação ambiental e preservando as peculiaridades ambientais locais, a Fábrica de Rações de Baixo Guandu possui gerenciamento de resíduos sólidos, sistema de tratamento de efluentes, drenagem de águas pluviais e reaproveitamento de água no processo produtivo, além de outras iniciativas que contribuem para o equilíbrio ambiental.

A implantação do empreendimento em Baixo Guandu é estratégica, em virtude da facilidade logística de escoamento da produção e a recepção de matérias primas, como o milho e o farelo de soja, oriundos do Centro-Oeste brasileiro.

Geração de emprego

De acordo com o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico de Baixo Guandu, Clóvis Rodrigues, o empreendimento é importante para a geração de novas oportunidades de emprego e renda para a população. “Esta fábrica é importante para Baixo Guandu, pois nos posiciona como município industrial. Empreendimentos como este, além de gerar vagas de empregos diretos, alavancam toda uma cadeia produtiva que envolve fornecedores, prestadores de serviço e distribuidores”, afirma o secretário.

O canteiro de obras da nova unidade movimentou a economia regional, durante dois anos, com a geração de mais de 120 empregos, e continuará a movimentar. Para operacionalizar a fábrica serão mais 23 empregos diretos e uma grande demanda por serviços indiretos, principalmente, para realizarem a distribuição dos produtos para as 17 filiais da Coopeavi e para mais de 60 pontos de revendas.

Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação PMBG
Eduardo Candeias
Fabiano Damasceno
noticia@pmbg.es.gov.br
(27) 3732-8914

Assessoria de Comunicação Coopeavi
Domicio Faustino Souza
(27) 3263-4750 – Ramal: 4830
imprensa@coopeavi.coop.br

Texto: Domicio Faustino
Edição: Eduardo Candeias
Foto: Daniel Piazzini/Coopeavi

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content