Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Lançado plano de R$ 8,1 milhões para catadores de materiais recicláveis

Aumentar o número de associações de Catadores de Materiais Recicláveis, oferecer mais serviços aos grupos: como alfabetização de adultos, atendimento a dependentes químicos, capacitação profissional e educação ambiental; além de ampliar a comercialização dos produtos e a renda dos profissionais, dentro da política de economia solidária.

As metas traçadas no Plano Estadual de Fortalecimento dos Catadores de Materiais Recicláveis foram apresentadas, nessa quinta-feira (13), pelo governador em exercício, Givaldo Vieira, e o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), Pedro Rigo. A solenidade foi no Palácio Anchieta, com a assinatura do termo de compromisso de todas as instituições envolvidas.

Do município de Baixo Guandu, estavam presentes o secretário de Meio Ambiente Lourival Demunuer, os técnicos de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Wálace Xavier e Fabrício Ribeiro, e oito representantes da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Cidadão Amigo do Meio Ambiente (Ascamare).  

Plano

Estão confirmados investimentos de R$ 8,1 milhões para fortalecer as ações dos catadores de materiais recicláveis, promovendo sua inclusão e valorização dentro da economia do Estado, reforçando sua participação no processo de desenvolvimento do Espírito Santo e na preservação do meio ambiente. Além desses investimentos, há expectativa de que o programa receba outros recursos, oriundos do BNDES.

Atividades

O Plano é uma forma de organizar esses investimentos e de ampliar as ações para a valorização dos catadores. A intenção é que as ações sejam desenvolvidas em três etapas:

01) Fortalecer as Associações já existentes;
02) Organizar e proporcionar mais associações, com o objetivo de atender a todo o Estado;
03) Constituir as Redes de Comercialização.

“A expectativa é de que isso traga mais cidadania aos catadores, promovendo o acesso aos serviços públicos, estimulando o associativismo, constituindo redes para a comercialização dos produtos e proporcionando mais valor agregado aos produtos e serviços realizados pelos catadores” afirmou o secretário de Meio Ambiente Lourival Demuner.

Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação PMBG
Eduardo Candeias
Fabiano Damasceno
noticia@pmbg.es.gov.br
(27) 3732-8914
Texto: Eduardo Candeias
Foto: Wálace Xavier

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content