Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Vigilância inicia trabalho de pesquisa vetorial no bairro São Vicente

A Secretaria Municipal de Saúde de Baixo Guandu, através da Vigilância em Zoonoses, iniciou no dia 23 de junho, o trabalho de pesquisa vetorial do programa de vigilância e controle da Leishmaniose Visceral, no bairro São Vicente, para detectar a possível presença flebótomo, popularmente conhecido como “mosquito asa de palha”.

Através da pesquisa será possível identificar os locais onde o “mosquito asa de palha” habita, sua prevalência e incidência (quando é encontrado em maior número). Esta ação permite que a vigilância de Zoonoses tenha respaldo técnico para executar o serviço de dedetização do vetor, nas áreas onde o mesmo é detectado. Deste modo é feito o controle químico, bloqueando a possibilidade do mosquito (vetor) picar um cão ou ser humano.

Atualmente obtivemos um caso confirmado da doença (Leishmaniose Visceral) no bairro São Vicente, demonstrando a importância do desenvolvimento deste trabalho na Saúde Pública. O principal objetivo é o bloqueio do ciclo do vetor, garantindo maior proteção à saúde da população.

Durante a ação estiveram presentes: João Batista Carneiro da Silva (Agente de combate a endemias), Sonealdo Mutz Pego (Auxiliar de Médico Veterinário), Juliano Fernandes Alves (Médico Veterinário/ Coord. UVZ), Augusto Marchon Zago (Médico Veterinário da Superintendência Regional de Saúde de Colatina).

Atendimento à imprensa:
Comunicação Social
Tel.: (27) 3732 – 8900
E-mail: comunicacao@pmbg.es.gov.br

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content