Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Etapa nacional de parapente inicia amanhã comemorações dos 82 anos de emancipação

Baixo Guandu inicia amanhã (08/04), as comemorações dos 82 anos de emancipação política com a abertura da 1ª etapa do Campeonato Nacional de Parapente, uma modalidade de voo livre que já se tornou tradição no município. A competição de parapente, que se estende até o próximo dia 15 e serve também como classificatória para o Pan Americano da categoria, é a principal atração das comemorações dos 82 anos. 
 
A festa de Baixo Guandu terá também nos dias 7, 8 e 9, um “Rodeio Show” promovido por uma empresa particular na área de eventos do Ginásio Brasil. Vários shows foram programados para estes três dias, além do rodeio com a companhia profissional CRTR, com ingressos custando R$ 30,00 válidos para toda a programação.
 
A cidade vai ficar movimentada especialmente com a realização da etapa nacional do Parapente, com 130 pilotos de todo o país participando das competições. O voo livre deve trazer para Baixo Guandu mais de 400 visitantes, beneficiando todo o comércio da cidade .

Sob forte ajuste fiscal, decorrente da queda na arrecadação, a Prefeitura Municipal não está tendo despesas com as festividades, prestando apenas apoio logístico para a competição de parapente, com transporte, ambulância e estrada em boas condições de tráfego até a Rampa do Monjolo. Situada a cerca de 20 quilômetros da sede de Baixo Guandu, a rampa do Monjolo é o ponto de partida dos pilotos para a competição nacional.
 
De amanhã até o dia 15 de abril, o céu de Baixo Guandu vai ficar colorido com a presença dos 130 pilotos que vão competir nas diversas categorias de parapente. Na segunda feira, 10 de abril, é feriado municipal  e um novo feriado acontece na Sexta Feira Santa, dia 14, o que vai possibilitar aos guanduenses e visitantes  um melhor acompanhamento na etapa nacional de parapente.
 
Baixo Guandu foi inserido no circuito nacional de parapente especialmente pela boa estrutura da Rampa do Monjolo, aliando-se a isso o fato da existência frequente das chamadas “térmicas”, que permitem aos pilotos realizar as manobras necessárias para  percorrer grandes distâncias no voo livre. 
 
O prefeito Neto Barros salientou que ao sediar uma competição desta envergadura, Baixo Guandu ganha projeção no mundo esportivo e alia ganhos na grande movimentação que os visitantes trazem à cidade, beneficiando todo o comércio local.

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.