Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Prefeitura intensifica trabalhos para garantir assistência social

A prefeitura de Baixo Guandu, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, alterou as diretrizes para adotar uma política ativa que possibilite o acesso aos programas de proteção social para a população garantindo, portanto, a proteção social básica durante a pandemia da COVID-19.

A Proteção Social Básica tem como objetivo prevenir situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Destina-se à população que vive em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação (ausência de renda, precário ou nulo acesso aos serviços públicos, dentre outros) e, ou, fragilização de vínculos afetivos — relacionais e de pertencimento social (discriminações etárias, étnicas, de gênero ou por deficiências, dentre outras).

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é uma unidade pública estatal descentralizada da Política de Assistência Social, sendo responsável pela organização e pela oferta de serviços de Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) em áreas de vulnerabilidades e riscos sociais de todos os municípios do Brasil e Distrito Federal. Visa possibilitar o acesso de uma grande parcela de famílias à rede de Proteção Social de Assistência Social.

O CRAS fica situado à Rua dom Pedro I, s/n.º, Bairro Sapucaia, ao lado do Campo de Futebol Manoel Carneiro. Tem como território de abrangência todo o município de Baixo Guandu.

A estratégia do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para alcançar os objetivos evidenciados em sua política consiste em desenvolver potencialidades e aquisições, fortalecer vínculos familiares e comunitários e ampliar o acesso aos direitos de cidadania.

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *