Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Programa Compra Direta de Alimentos beneficia agricultores e famílias carentes de Baixo Guandu

A Prefeitura de Baixo Guandu, por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente e em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação lançou o programa Compra Direta de Alimentos (CDA), onde é feita a aquisição direta de produtos de agricultores familiares de Baixo Guandu com vistas à distribuição de cestas de produtos agrícolas às famílias guanduenses em situação de pobreza e extrema pobreza, cadastradas no Centro de Assistência Social (CRAS) do Município. Ao todo serão investidos R$ 143 mil, destinados a 22 agricultores familiares previamente selecionados tendo em vista o perfil socioeconômico definido pelo programa. Cada agricultor familiar irá receber até R$ 6,5 mil por proposta. O projeto terá duração de um ano. 
 
“Além da garantia da comercialização dos produtos junto aos agricultores locais, as famílias em situação de vulnerabilidade alimentar também serão beneficiadas, recebendo quinzenalmente a cesta de alimentos”, conta o secretário municipal de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Allony Marllon Torres. 
 
Cada cesta será composta de feijão carioca, fubá, ovos caipiras, aipim, abóbora jacaré, inhame, quiabo, taioba, banana prata, banana da terra e laranja. O CDA visa à inclusão social, seja através do fortalecimento da agricultura familiar como também garantir a qualidade de vida do cidadão guanduense. Com o projeto, será possível garantir o acesso da população em situação de insegurança alimentar, a produtos de qualidade e com regularidade necessária. 

Baixo Guandu foi um dos 17 municípios capixabas habilitados a participar do CDA, depois de preencher todos os requisitos do Edital de Concorrência lançado pela Secretária de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento do Espírito Santo (SETADES), dentre eles a apresentação de um projeto técnico elaborado rigorosamente dentro dos padrões exigidos pelo Edital. Neste quesito, o prefeito do Município, Neto Barros, destaca que Baixo Guandu, desde 2013, nunca teve um projeto rejeitado, seja em parceria com o governo federal, seja com o estadual.

“As inúmeras realizações do poder público municipal, em sua maioria, vêm de parcerias com instituições federais e estaduais, que têm critérios rigorosos para que os convênios sejam celebrados; para atender essas exigências, há sete anos mantemos uma equipe de colaboradores capacitada e constantemente reciclada na sua área de conhecimento. O resultado disso é visto por todos os cantos do Município, em obras e ações voltadas para o bem-estar de todos os guanduenses”, lembrou o prefeito.


Os agricultores familiares que tiverem interesse em participar do programa, poderão entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, pessoalmente ou pelo telefone (27) 3732-4058.
 
Confira abaixo a tabela de produtos:
Número Produto Quantidade Un. Medida Preço Unitário Preço Total
01 Feijão Carioca 5.784 Quilograma
R$ 4,20
R$ 24.292,80
02 Fubá 5.784 Quilograma R$ 2,30
R$ 13.303,20
03 Ovos Caipira 5.784 Dúzia R$ 5,30
R$ 30.655,20
04 Aipim 5.784 Quilograma R$ 1,30
R$ 7.519,20
05 Abóbora Jacaré 5.784 Quilograma R$ 1,00
R$ 5.784,00
06 Inhame 5.784 Quilograma R$ 1,70
R$ 9.832,80
07 Quiabo 5.784 Quilograma R$ 2,40
R$ 13.881,60
08 Taioba 1.945 Quilograma R$ 3,45
R$ 6.710,25
09 Banana Prata 5.784 Quilograma R$ 1,60
R$ 9.254,40
10 Banana da Terra 5.784 Quilograma R$ 2,00
R$ 11.568,00
11 Laranja 5.784 Quilograma R$ 1,75 R$ 10.122,00
        TOTAL R$ 142.923,45

 

 
 
 
 
 
 
 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content