Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Greve geral de amanhã é legal e Prefeitura não terá expediente

O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou uma “Nota Pública” sobre a greve programada para amanhã (28/04) por trabalhadores de todo o país.  A nota destaca que a greve é um direito fundamental assegurado pela Constituição Federal, bem como por Tratados Internacionais de Direitos Humanos ratificados pelo Brasil.
 
O MPT enfatizou na Nota Pública “a legitimidade dos interesses que se pretende defender  por meio da anunciada greve geral, como movimento justo e adequado de resistência dos trabalhadores  às reformas trabalhista e previdenciária, em trâmite açodado no Congresso Nacional, diante da ausência de consulta efetiva aos representantes dos trabalhadores”
Assinada pelo procurador geral do Trabalho Ronaldo Curado Fleury, a nota pública reafirma a posição institucional do Ministério Público do Trabalho contras as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos fundamentais dos trabalhadores.
 
Em função da greve geral dos trabalhadores, a Prefeitura Municipal de Baixo Guandu comunica que não haverá expediente amanhã em seus diversos setores, já que a paralisação inviabilizaria os serviços prestados nos órgãos municipais, incluindo a Saúde e a Educação.

Para conhecimento da íntegra da Nota Pública do MPT, clique aqui.
 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content