Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Nova Carlos de Medeiros em obras: é a cidade se modernizando e mudando a cara do centro

Quem te viu, quem te vê: Baixo Guandu passa por uma processo de profunda transformação, com realização de obras que estão mudando inteiramente o perfil da cidade, com mais modernidade e buscando sempre o bem estar da população.
 
Um dos exemplos desta transformação começou a tomar forma nos últimos dias, com o início das obras de modernização da avenida Carlos de Medeiros, a principal via comercial da cidade, que até o mês de dezembro vai estar inteiramente de cara nova.

A nova Carlos de Medeiros terá tudo que o guanduense espera de uma transformação no centro da cidade: asfaltamento da avenida, substituindo o velho piso de blocos; calçada cidadã com toda a acessibilidade; introdução definitiva da ciclovia, com espaço delimitado para pedestres e veículos; nova sinalização horizontal e vertical e ainda, a execução de um projeto paisagístico inteiramente novo, preservando as árvores atuais e com plantio de flores e arbustos em espaços específicos, valorizando ainda mais o verde.
 
Em toda a extensão da avenida será mantido o estacionamento diagonal, com novo padrão de sinalização para garantir a segurança de todos –  pedestres, ciclistas, motociclistas e condutores de outros veículos.
 
“Pensamos num projeto que alie a  modernidade da cidade à segurança e ao conforto de cada cidadão guanduense, que certamente vai ficar orgulhoso de nossa principal via comercial”, disse o prefeito Neto Barros  ao assinar o ordem de serviço para o início das obras.

A previsão de entrega da nova Carlos de Medeiros é o mês de dezembro, com custo da obra orçado em R$ 1.828.676,97. O cronograma prevê a interdição da avenida em etapas, visando causar o menor impacto possível nas vendas do comércio.

O secretário de Obras Maximiliano Cândido dos Santos e uma equipe técnica da pasta fizeram na semana passada uma reunião com representantes do comércio, quando foi explanado o cronograma de obras e tiradas algumas duvidas. “O encontro foi excelente e vamos, durante a obra, manter este diálogo com a classe dos comerciantes”, falou o secretário Maximiliano.

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content