Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Segurança pública também é prioridade em Baixo Guandu

Desde o início da atual administração, a PMBG vem realizando um grande esforço para enfrentar o problema da criminalidade e da violência urbana, atualmente uma das principais preocupações de toda a sociedade. A violência, na maioria das vezes associada ao tráfico e ao consumo de drogas, tem crescido em todas as cidades, inclusive nos municípios do interior. Cuidar da segurança pública é função e responsabilidade constitucional dos Estados, não dos municípios. Mas, apesar disso, o poder público municipal vem se empenhando firmemente na prevenção e no combate à violência. Nos últimos dois anos foram firmadas parcerias com os órgãos de segurança estaduais, como as polícias Civil e Militar, com o Ministério Público e com o Poder Judiciário. Essas parcerias culminaram na criação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), onde são discutidas as ações conjuntas das secretarias com esses parceiros do Estado.  

Uma das ações concretas do GGIM foi o planejamento e a instalação das câmaras de videomonitoramento, que nos ajudam a prevenir a ação de criminosos. Outro ponto importante na prevenção do crime foi a ampliação e melhoria na iluminação pública que a prefeitura está promovendo. Uma cidade bem iluminada dificulta e desencoraja a ação de criminosos. Depois de efetivadas, essas ações contribuíram em muito para a diminuição nos índices de homicídios registrados em Baixo Guandu. Em 2014 foi registrada uma queda de 22% no número de assassinatos em relação a 2012, por exemplo. Uma situação inédita no município, que chegou a ficar quatro meses sem nenhuma ocorrência de homicídio no ano passado.

O resultado positivo se deve ao trabalho articulado com os órgãos de segurança do Estado, Ministério Público e Poder Judiciário, mas também a um conjunto de ações coordenadas pelas secretarias de Assistência Social, de Educação, de Esportes e Lazer, e do Desenvolvimento Econômico, que garantem as condições para o enfrentamento das causas que colocam as nossas crianças, jovens e adultos em situação de risco social. “Desde que assumimos o governo municipal, nossa meta foi criar em nossa cidade a ‘cultura da paz’. E para isso não basta só combater as ações criminosas, mas também é preciso combater as causas que levam as pessoas, jovens em sua maioria, a procurar o caminho das drogas e do crime”, disse o prefeito do município. 

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Comunicação PMBG
noticia@pmbg.es.gov.br
(27) 3732-8914

Pular para o conteúdo