Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros combatem incêndio em Baixo Guandu

A seca prolongada que assola todo o Espírito Santo vem provocando incêndios frequentes em diversas regiões. Em Baixo Guandu, desde a última quinta-feira (08) o Corpo de Bombeiros de Colatina e a Defesa Civil do município vêm combatendo focos de incêndio na região de Palmital, no limite dos municípios de Baixo Guandu e Itaguaçu.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Baixo Guandu, Valderio Sotele Walger, o local do incêndio é uma área de pedra praticamente inacessível, o que dificulta a ação dos homens que combatem o fogo. Por isso, o trabalho se dá, principalmente, com o corte da mata em volta dos focos, para que a área seja isolada do fogo.

“É uma área de pedra muita extensa entre Baixo Guandu e Itaguaçu; o fogo já circundou toda a pedra, onde existe vegetação seca. Deste lado ainda há alguns focos de incêndio, mas a maior parte deles está no lado de Itaguaçu”, explica o coordenador da Defesa Civil.

CHUVA

De acordo com informações da Defesa Civil de Baixo Guandu, até agora choveu na região do incêndio o equivalente a 300 mm, quando o esperado para essa época do ano era pelo menos o dobro.

“Isso faz com que a vegetação fique tão seca, que basta uma ponta de cigarro jogada na beira de estrada para que o processo de queima se inicie”, alerta Valderio. O coordenador chama atenção também para o hábito de os agricultores fazerem fogueira para queimar folhas e lixos em seus terrenos. “É preciso evitar esse tipo de ação nesta época de seca; uma fagulhazinha é o suficiente para deflagrar um incêndio na mata”, insiste.

Informações à Imprensa                                    
Assessoria de Comunicação PMBG
noticia@pmbg.es.gov.br

(27) 3732-8914

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content