Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Encontro orienta a participação de produtres rurais na merenda escolar do município

Aconteceu no último dia 07 (quinta-feira), no Círculo Operário, o 1º Encontro sobre Compras Governamentais, voltado aos produtores rurais de Baixo Guandu. O evento foi realizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural, em parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura -SEAG.
 
Com as presenças do gerente de Agricultura Familiar da SEAG, José Arcanjo Nunes, do secretário de Desenvolvimento Rural de Baixo Guandu, Allony Marllon Torres, de servidores municipais ligados à área de desenvolvimento rural, e de diversos agricultores do Município, o evento teve por objetivo orientar os produtores rurais sobre a maneira correta de fornecimento de produtos agrícolas à merenda escolar.
 
Na medida em que vão se informando melhor sobre as exigências do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), os agricultores vão ampliando a possibilidade de incrementar a sua renda através da venda de seus produtos às escolas do Município.
 
“O encontro foi muito proveitoso, o José Arcanjo tirou várias dúvidas sobre a participação dos agricultores, que estão muito interessados em colocar seus produtos na merenda escolar aqui do Município, e a nossa secretaria vai dar total apoio aos produtores nesses programas”, garante Allony Torres.
 
Programas
O PAA e o PNAE foram criados pelo Governo Federal, respectivamente, em 2003 e 2009. O primeiro garante aos agricultores familiares e suas agremiações a comercialização de produtos agrícolas, valorizando a sua produção, além de criar uma frente de combate à fome e à miséria no País.
 
Já o PNAE proporciona aos estudantes da educação básica pública, não só a merenda nas escolas, mas a orientação nutricional e alimentar, para que eles tenham consciência da importância da alimentação no seu desenvolvimento escolar.
 
“São duas frentes importantes voltadas à comercialização agrícola e à segurança alimentar, gerando renda aos agricultores familiares de Baixo Guandu e, ao mesmo tempo, facilitando a fiscalização sobre a procedência e qualidade desses produtos”, diz o secretário.

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *