Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

SAAE inicia captação de água no rio Guandu

Com a chegada da água turva na barragem de Aimorés (MG), o Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE de Baixo Guandu interrompeu a captação de água do rio Doce na manhã desta segunda-feira (16). A partir de agora, o abastecimento na sede do município e também do bairro Mascarenhas será feito com a água do rio Guandu.

Com muito empenho dos órgãos envolvidos, a obra emergencial no canal do rio Guandu, que durou uma semana, foi finalizada neste domingo (15). O teste de captação de água para a estação de tratamento do SAAE foi realizado com sucesso e o volume de água deu vazão para o funcionamento de duas bombas, sendo esse o fluxo normal da captação de água que atende a sede do município.

Como essa interrupção da captação de água do rio Doce já era prevista, a Prefeitura, junto ao SAAE e o Posto de Comando de Operações, já se preparava para colocar em prática a estratégia de utilização do rio Guandu. “Há cerca de cinco dias nós estávamos limpando um canal para levar água do rio Guandu até a estação de bombeamento. Agora a água já está sendo tratada para o abastecimento”, disse o prefeito Neto Barros.

MASCARENHAS

As equipes de trabalho da PMBG e do SAAE estão desenvolvendo estratégias para que os moradores de Mascarenhas continuem recebendo água encanada.

O abastecimento de Mascarenhas é feito por uma estação de tratamento localizada na Usina de Mascarenhas; no período de interrupção da captação da água no rio Doce, a estratégia é fazer a captação da água na sede do município e transportá-la em carro pipa até o reservatório de água da comunidade, para garantir o abastecimento através de água encanada (torneira). Isso vai evitar a distribuição de água de casa a casa. Essa ação já está sendo colocada em teste, mas é necessário que a população continue a economizar água para que o abastecimento na cidade e em Mascarenhas não seja comprometido.

DECRETO MUNICIPAL

Na semana passada, o prefeito Neto Barros assinou o Decreto 5.508/15, já em vigor, vetando todas e quaisquer condutas abusivas que contribuam para o desperdício de água no município. Estão proibidas desde lavagem de carros e calçadas até as captações superficiais de água destinadas a todo e qualquer uso, exceto para consumo humano.

“Insistimos com a população que continue economizando água ao máximo; é importante passarmos por esse período de incertezas com o mínimo de transtornos possível no abastecimento de água”, pediu o diretor do SAAE, Luciano Magalhães.

Leia na íntegra o Decreto 5.508/15.

ALERTA

Em nova previsão, Serviço Geológico do Brasil, diz que lama chegará a Baixo Guandu nas primeiras horas da próxima quarta-feira (18), não mais na terça 17.

Informações à Imprensa                                    
Assessoria de Comunicação PMBG
noticia@pmbg.es.gov.br

(27)  3732-8914

(27)  3732-1700

(27) 99299-1037

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish
Skip to content