Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Assistência Social

Baixo Guandu recebe premiação do concurso Boas Práticas pela Primeira Infância

Equipe do Programa Criança Feliz de Baixo Guandu. Foto PMBG

O município de Baixo Guandu recebeu nesta última quarta-feira (01), um notebook pelo 2.º lugar na Primeira Edição do Prêmio de Boas Práticas pela Primeira Infância Capixaba. A entrega foi realizada após a palestra da Secretária Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Fernanda Mota Gonçallo, no 3.º Workshop do Programa Estadual da Primeira Infância Capixaba. O evento foi realizado no auditório do Hotel Praia Sol, em Praia Grande, na Serra/ES.

A Secretária, Fernanda, palestrou por cerca de 20 minutos sobre a experiência do município no concurso “Boas Práticas pela Primeira Infância”, com o projeto “Preservação do Trabalho de Fortalecimento de vínculos familiar: derrubando barreiras/COVID-19”, que proporcionou a continuidade do atendimento às famílias guanduenses durante o período de isolamento social, através do trabalho do vínculo entre os pais e as crianças, para proteger a segurança da saúde familiar.

Prefeito Lastênio Cardoso e a Secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Fernanda Mota Gonçallo. Foto Ascom
Equipe do Programa Criança Feliz de Baixo Guandu, Deputado Estadual, Bruno Lamas, presidente da Comissão da Primeira Infância, e a Representante do Ministério da Cidadania, Maria Cícero Pinheiro. Foto PMBG

Sobre o Concurso

O Concurso Boas Práticas Pela Primeira Infância Capixaba tem como objetivo identificar e dar visibilidade às boas práticas municipais voltadas para a primeira infância, bem como reconhecer o dia a dia dos profissionais e fortalecer as iniciativas de impacto positivo no desenvolvimento infantil e na disseminação das boas práticas e estímulos para as crianças capixabas.

O projeto foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação em parceria com a Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Desenvolvimento Humano do ES e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Projeto: Derrubando barreiras/COVID-19

Durante a realização do projeto dentro do “Programa Criança Feliz”, as famílias atendidas receberam orientações de psicólogos, assistentes sociais, pedagogos e visitadores que contribuíram em diversas atividades para tornar a relação mais próxima, priorizando assim mais tempo para o desenvolvimento da criança.

Vídeo institucional de Baixo Guandu sobre o projeto “Preservação do Trabalho de Fortalecimento de vínculos familiar: derrubando barreiras/COVID-19”.

Atendimento à imprensa:
Comunicação Social
Tel.: (27) 3732 – 8900
E-mail: comunicacao@pmbg.es.gov.br

Publicado em 06/06/2022

Reunião debate Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres em Baixo Guandu

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação (SEMADH), por meio do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), promoveu, na manhã desta última quarta-feira (25), o primeiro encontro sobre o “Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres”, com o objetivo de esclarecer sobre o fluxo de atendimento e a importância da adesão ao Pacto frente as famílias que são vítimas de violência no município.

Durante a reunião que contou com a participação dos agentes da 2.ª Companhia do 8.º Batalhão de Polícia Militar de Baixo Guandu, responsáveis pela Patrulha Maria da Penha — Visitas Tranquilizadoras, foi apresentado o documento sobre o Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, e sua importância para os municípios Adesos ao Acordo de Cooperação Técnica. No decorrer da reunião foram elencados os serviços que serão ofertados as famílias que são vítimas de violência, assim como a importância da inclusão de projetos de outras secretarias como educação, saúde e esporte no atendimento as pessoas vítimas de violência.

Os agentes da Polícia Militar ressaltaram a importância das visitas tranquilizadoras e o impacto social que elas trazem na vida das vítimas, que se sentem mais seguras e amparadas com a presença dos militares seja na residência, local de trabalho ou até mesmo na rua. Outro ponto importante debatido na reunião foi o funcionamento do fluxo de atendimento as vítimas de violência, normalmente atendidas nas unidades de saúde ou no pronto-socorro do município, sendo, necessário um esforço conjunto entre as entidades envolvidas para que seja prestado um atendimento rápido e humanizado a vítima de agressão.

“Essa primeira reunião teve como objetivo esclarecer as entidades envolvidas pontos importantes do “Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres”, principalmente em relação ao fluxo de atendimento as vítimas, assim como, compreender as relações de gênero e patriarcado, estabelecidos socialmente nas famílias”, enfatizou a Secretária de Assistência Social, Fernanda Mota Gonçallo.

Estiveram presentes na reunião a Jolda Maria Pinheiro (Coordenadora Social do CREAS), Maria Clara Santos Passon (Psicóloga), Ariane Falke (Advogada), Flaviana Celiveres da Silva Teixeira e Géssica de Paula Magalhães (Assistentes Sociais), Sheila Mara Feller (Abordagem Social), Marlúcia Pinheiro (Auxiliar Administrativo), Juliana Piarson de Jesus e Sergio Rocha Neto (Representantes da Polícia Militar) e Rosilda Aparecida Nunes (representante da SEMADH).

Sobre o Pacto

O Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres é um trabalho realizado pela Câmara Técnica do Pacto, coordenado pela Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), por meio da Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, em parceria com prefeituras, secretarias de Estados e órgãos públicos do Espírito Santo.

Elaborado juntamente com o Plano Estadual de Políticas para as Mulheres, o Pacto é um documento que tem como atribuição a formulação de diretrizes e de políticas públicas voltadas à prevenção e ao enfrentamento de todas as formas de violência contra as mulheres no Espírito Santo, elaborado em 2011 e atualizado em 2019.

O objetivo principal do Pacto é prevenir, combater e enfrentar todas as formas de violência contra as mulheres, construindo uma rede de atendimento articulada e de garantia de direitos.

Atendimento à imprensa:
Secretaria Municipal de Comunicação Social
Tel.: (27) 3732 – 8900
E-mail: comunicacao@pmbg.es.gov.br

Passeata e Palestra marcam Campanha de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes em Baixo Guandu

A Prefeitura de Baixo Guandu, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, realizou entre os dias 16 e 18 de maio a Campanha de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, com diversas ações que envolveram participação em rádios, palestra e uma passeata de encerramento pelo centro da cidade com distribuição de adesivos e panfletos relacionados a ação. A campanha foi apoiada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

A programação da campanha iniciou na segunda-feira (16), com a participação da Secretária Municipal de Assistência Social, Fernanda Mota e das servidoras municipais Gessica Magalhães (Assistente Social do CREAS) e Dayane Paixão, em duas entrevistas nas rádios 90.3 FM (Aimorés) e 96.3 FM (Nova Onda Aimorés), sobre a importância da colaboração da sociedade através de denúncias anônimas para combater o Abuso e à Exploração contra Crianças e Adolescentes.

Na terça-feira (17) foi realizada a palestra educativa com o tema “Histórico da Violência; formas de encaminhamentos das situações de violência e o sistema de garantia de direitos”, com trabalhadores do SUAS, diretores escolares, educadores e conselheiros tutelares, das 9h às 12h, no Salão do Círculo Operário, com a psicóloga, Clonia Romais, que atua a mais de 10 anos na rede de proteção da criança e do adolescente no ES.

No Dia (18 de maio) Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, a Secretaria de Assistência Social e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, realizaram uma passeata pela Avenida Carlos de Medeiros com carro de som, faixas, cartazes, bolas coloridas, banners e folders educativos. Após a passeata foi realizada uma ação em frente à Caixa Econômica Federal com adesivação de veículos e distribuição de informativos no trânsito.

“Objetivo da campanha foi sensibilizar à população da importância da participação de todos no combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, de modo a ampliar a rede de proteção através de denúncias pelos canais oficiais do nosso município”, enfatizou a Secretária de Assistência Social, Fernanda Mota Gonçallo.

A campanha

O 18 de maio é Dia Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, instituído pela Lei Federal 9.970, de 2000. A data foi escolhida em alusão ao “Caso Araceli”, a menina que aos 8 anos foi raptada, drogada e violentada física e sexualmente por vários dias, antes de ser morta, ter seu corpo desfigurado por ácido e abandonado em um terreno baldio em Vitória, no Espírito Santo, em um crime que permanece impune.

Nesse dia, em 1973, uma menina capixaba, foi sequestrada, espancada, estuprada, drogada e assassinada numa orgia imensurável. Seu corpo apareceu seis dias depois desfigurado por ácido. Os agressores jamais foram punidos. O movimento em defesa dos direitos de crianças e adolescentes, após uma forte mobilização, conquistou a aprovação da Lei Federal 9.970/2000 que instituiu o 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Criança e Adolescente, com o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes e na luta pelo fim da violência sexual. Portanto, esse é um dia em que toda a população do Brasil deve se manifestar contra a violência sexual cometida contra crianças e adolescentes.

Atendimento à imprensa:
Secretaria Municipal de Comunicação Social
Tel.: (27) 3732 – 8900
E-mail: comunicacao@pmbg.es.gov.br

Programação da Campanha de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A Prefeitura de Baixo Guandu, por meio da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, divulga nesta quinta-feira (12) a programação da Campanha de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Baixo Guandu. As ações acontecem em parceria com Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e Secretarias de Educação e Saúde.

A programação da campanha vai abranger entrevistas nas rádios locais, palestra educativa no Círculo Operário e mobilização no centro da cidade, com distribuição de panfletos e informativos contendo informações sobre a campanha e canais para denúncia.

“Objetivo da campanha é sensibilizar à população a importância da participação de todos no combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, de modo a ampliar a rede de proteção através de denúncias pelos canais oficiais”, enfatizou a Secretária de Assistência Social, Fernanda Mota Gonçallo.

18 de maio

Neste dia, em 1973, uma menina capixaba chamada Araceli, foi sequestrada e brutalmente violentada. Os agressores jamais foram punidos. O movimento em defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, após forte mobilização, conquistou a aprovação da Lei Federal 9.970/2000 que instituiu o 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Criança e Adolescente, com o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento pelos direitos de crianças e adolescentes e na luta pelo fim da violência sexual. Portanto, esse é um dia em que toda a população do Brasil deve ser manifestar contra a violência sexual cometida contra crianças e adolescentes.

Programação:

16/05 – segunda-feira

— 10h (Rádio 90.3 FM — Aimorés)
Entrevista sobre o Combate ao Abuso e à exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.
— 12h (Rádio Nova Onda 96.3 FM — Aimorés)
Entrevista sobre o Combate ao Abuso e à exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

17/05 – terça-feira

— Palestra Educativa sobre Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.
Público: Trabalhadores do SUAS, equipes da Educação e Saúde, e população geral.
Local: Salão do Círculo Operário.
Horário: 9h.

18/05 – quarta-feira

— Dia ‘D’ de conscientização pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.
Local: Centro — Concentração próximo à Caixa Econômica Federal.
Horário: 8h às 12h.

Atendimento à imprensa:
Secretaria Municipal de Comunicação Social
Tel.: (27) 3732 – 8900
E-mail: comunicacao@pmbg.es.gov.br

5.ª Conferência municipal debateu políticas públicas para as mulheres

A prefeitura municipal de Baixo Guandu, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social realizou nesta última quinta-feira (05), a V Conferência Municipal de Políticas para as mulheres com o tema: “Reafirmando as políticas públicas para as mulheres no enfrentamento ao patriarcado, ao racismo e às desigualdades sociais e econômicas”. O evento realizado no Canaan Social Clube reuniu representantes de diversos setores da sociedade civil e autoridades.

Após a solenidade de abertura do evento, foi feita a leitura e aprovação do regimento interno, que precedeu a realização da palestra ministrada pela Assistente Social do município de Vila Velha, ES, Márcia Saldanha, especialista em Assistência Social, Educação, Pobreza e Desigualdade Social pela UFES. Diante do tema apresentado, foi destinado um tempo para debates sobre as questões apresentadas na palestra que envolveu todos os participantes.

A temática central foi discutida, em grupos, a partir dos seguintes eixos: análise da realidade brasileira e capixaba: social, econômica, política e cultural. Os desafios para construção da igualdade efetiva – Definição de prioridades de ações para o Plano Estadual de Políticas para Mulheres – Construção de objetivos, princípios e ações para os Planos Municipais de Políticas das Mulheres – Participação das mulheres nos espaços de poder: no poder público, na iniciativa privada, nos movimentos sociais e nos processos eleitorais. Em seguida, foi escolhido um articulador de cada grupo de discussão, a fim de apresentar as propostas para aprovação na plenária.

Delegadas eleitas para 5.ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres do Município de Baixo Guandu:

PODER PÚBLICO
Vanilda Soares pinto
Suplente:
Katiane Tibúrcio Simões

CONSELHO MUNICIPAL
Dayane Sara Paixão
Vanessa Ferreira de Souza
Suplente:
Solemar Isidoro Messias

SOCIEDADE CIVIL

ENTIDADES
Aline Cassiele Alves Pinheiro
Larissa Ferreira de Souza
Suplente:
Sara Cristina dos Santos

CONSELHO MUNICIPAL
Arlene Ribeiro Milani da Silva
Valeria Cristina da Silva
Suplente:
Josélia Medeiros Schneider
Debora dos santos Domingos

A conferência teve a presença do Vice-prefeito Dr. Patrick Favarato Perutti, do deputado estadual, Dary Pagung, das Secretárias Municipais Fernanda Mota Gonçallo (Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação) e Miria Souza Cruz (Cultura), da presidente do Conselho da Mulher de Baixo Guandu, Dayane Sara Paixão, da presidente da Associação do Banesfácil e do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos das Mulheres, Maria José Marcondes Pimenta e da representante da OAB Seccional do Espírito Santo, Maria Teresa Colli Rosindo.

CRAS realiza confraternização em homenagem ao Dia das Mães

A Prefeitura de Baixo Guandu, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, realizou na manhã desta sexta-feira (06), uma confraternização no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), com as famílias acompanhadas pelo programa Criança Feliz Capixaba, em homenagem ao dia das mães comemorado neste domingo (08).

Durante a confraternização, as famílias participaram de palestras e de um café da manhã especial, ao som de vários estilos musicais. Ao todo, mais de 50 pessoas estiveram no local para prestigiar a programação.

Programa Criança Feliz Capixaba

Mais de 200 famílias são atendidas em Baixo Guandu através de visitas domiciliares com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças, buscando envolver ações de Assistência Social, Saúde, Educação, Cultura e Direitos Humanos.

Inscrições abertas para 5ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres

Atenção, mulheres! Já estão abertas as inscrições para 5ª Conferência Municipal de Políticas para as mulheres de Baixo Guandu, que acontecerá no dia 05 de maio de 2022, no Canaã Social Clube.

O evento é promovido pela Prefeitura de Baixo Guandu, por meio da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação. As inscrições vão até o dia 04 de Maio (quarta-feira).

Informações através do telefone: (27) 3732 – 4306.

Serviço:
5ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres de Baixo Guandu
Data: 05 de Maio de 2022 (quinta-feira)
Local: Canaã Social Clube

Conselho Tutelar de Baixo Guandu recebe Jeep Renegade

Prefeito Lastênio Cardoso ao lado da Secretária Municipal de Assistência Social, Fernanda Mota Gonçallo. Foto Ascom

Na tarde desta última quarta-feira (30) foi formalizada a entrega de um veículo Jeep Renegade 1.8 automático, 05 lugares, ar condicionado, vidro e trava elétrica no valor de R$ 67.490,00, para o uso exclusivo do Conselho Tutelar do Município de Baixo Guandu, ES.

O veículo que será utilizado pelos conselheiros tutelares na realização de atendimentos para a defesa de direitos de crianças e adolescentes foi adquirido através de emenda parlamentar do deputado federal, Helder Salomão (PT).

“Com a chegada desse automóvel ampliaremos ainda mais os atendimentos realizados com nossas crianças e adolescentes, principalmente nos distritos que são mais afastados”, destacou a Secretária Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação, Fernanda Mota Gonçallo.

A emenda está vinculada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, para o fortalecimento dos Conselhos Tutelares através de doação para contribuir e proporcionar mais qualidade aos serviços oferecidos pelos municípios.

Mais de 180 crianças serão beneficiadas pelo projeto “Fábrica de Campeões” em Baixo Guandu

Projeto Social “Fábrica de Campeões”. Foto Ascom

Nesta última sexta-feira (11) ocorreu o lançamento oficial das aulas de Atletismo, Futsal e Handebol do projeto social “Fábrica de Campeões” idealizado pela AESC – Associação Esportiva, Social e Cultural de Baixo Guandu, para cerca de 180 crianças e adolescentes de 11 a 17 anos. O projeto recebe o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social, CMDCA (Conselho Municipal da Criança e Adolescente) e das Secretarias de Educação e Esporte, que cederam os espaços para as atividades esportivas.

O lançamento do projeto foi na quadra de esportes do bairro Santa Mônica com a presença do Secretário Municipal de Esportes e Lazer, Leandro Rodrigues Montibeller, do vereador Dr. Eliseu Siqueira e do presidente da Câmara Municipal, Leandro Gomes da Cruz. De acordo com o presidente da associação, Genair de Souza Ferreira, o objetivo é promover o acesso e a participação dos jovens do município nas modalidades esportivas, através da oferta de atividades no contraturno escolar.

Os uniformes e materiais esportivos já foram entregues para serem utilizados no projeto que é financiado pelo fundo da infância e adolescência (FIA), com recursos da Fundação Vale.

Projeto Social “Fábrica de Campeões”. Foto Ascom

CRAS recebe brinquedoteca para o programa Criança Feliz

Secretária de Assistência Social, Fernanda Mota Gonçallo, Supervisora do Programa Criança Feliz, Rita de Cássia Porto Batista e o prefeito municipal, Lastênio Cardoso. Foto Ascom

O Centro de Referência de Assistência Social de Baixo Guandu recebeu nesta última quinta-feira (03), uma brinquedoteca completa para atender as crianças do programa ‘Criança Feliz Capixaba’, que atualmente beneficia 150 famílias do município, entre gestantes, crianças de 0 a 3 anos e crianças de 0 a 6 anos com BPC – Benefício de Prestação Continuada. A brinquedoteca foi entregue ao município por meio de parceria entre a Setades – Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social e o Governo do Estado.

A brinquedoteca tem como objetivo alcançar as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social ou em situação de risco pessoal, beneficiárias ou não de programas de transferência de renda e benefícios assistenciais. Proporcionando às crianças e suas famílias, através do espaço lúdico, atividades que contribuam para o desenvolvimento da criança, bem como ações socioeducativas com as famílias, assegurando o convívio familiar e comunitário, o desenvolvimento da autonomia e fortalecimento de vínculos.

“Brincar é uma atividade essencial à infância e é um direito de toda criança, sendo que, por meio da recreação a criança desenvolve a sua curiosidade, estabelecendo assim vínculos e princípios de relacionamento social,” destacou o prefeito Lastênio Cardoso.

Skip to content