Skip to content Skip to left sidebar Skip to footer

Cultura

Baixo Guandu recebe 12 apresentações artísticas gratuitas no fim de semana

A caravana do Cultura em Toda Parte 2022 vai pegar a estrada. De 18 a 20 de março, Baixo Guandu é a cidade sede das atividades culturais da Região 2, com uma programação desenvolvida para atingir toda a microrregião Centro-Oeste que inclui os municípios de Alto Rio Novo, Colatina, Governador Linderberg, São Gabriel da Palha, Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã e Vila Valério.

Os três dias de evento apresentam um recorte da produção cultural do Espírito Santo com 12 apresentações divididas em shows musicais de diversos gêneros, apresentações teatrais e de dança, contação de histórias e mostra audiovisual reafirmando a pluralidade e a criatividade dos artistas locais. Os profissionais selecionados foram escolhidos por meio de chamada pública, que aconteceu entre os meses de janeiro e fevereiro, por meio do Mapa Cultural ES.

Quem abre o evento, na sexta-feira (18), às 15 horas, são as apresentações de teatro lambe-lambe A Orca e sua Amiga Foca, com Gabriel Pontes Fonseca Ferreira; e O Polvo e o Plástico, de Ana Claudia Souza Fonseca Ferreira, que acontecem em escolas municipais de Baixo Guandu e são voltadas para o público infantil. A Orca e sua Amiga Foca, é um espetáculo que usa o encontro inesperado entre as personagens títulos para traçar uma metáfora entre a amizade e a diversidade. Já O Polvo e o Plástico, trata de questões ambientais ao abordar a poluição dos mares e o seu impacto no mundo contemporâneo.

Depois, a partir das 18 horas, na Praça Getúlio Vargas, as apresentações continuam com o espetáculo infantojuvenil Cardume de Aventuras. A peça reúne música e literatura para, de forma lúdica, apresentar contos, lendas e “causos” relacionados às comunidades tradicionais artesanais de povos ribeirinhos. Na sequência, acontece a Mostra de Videoclipes, que irá exibir dez produções que unem a música ao audiovisual, em uma sessão que apresenta a pluralidade de gêneros musicais e estéticos. E encerrando a noite, o show da dupla Washington Vieira e Claudio Lyra. Os músicos irão executar um repertório especial jogando luz sobre a música instrumental.

No sábado (19), a partir das 17 horas, é o dia da música no Cultura em Toda Parte 2022. Quem abre a programação é Renato Sabaini e Marcos Penitenti. A dupla de compositores colatinenses apresenta um repertório autoral com forte influência da MPB, de nomes como Alceu Valença e Belchior. Logo após, o sertanejo toma conta da praça Getúlio Vargas, com Elias Wagner. Com mais de 20 anos de estrada, o cantor soma milhares de seguidores nas redes sociais e já teve músicas de sua autoria gravadas por nomes como Amado Batista.

O sertanejo continua ditando o ritmo, com o show da cantora Dayane Rosa. Com 15 anos de estrada, a cantora e sua banda prometem colocar todo mundo pra dançar ao som das canções do seu primeiro álbum solo, lançado em 2021, e que inclui sucessos como “Para cê tá louca”. E fechando a noite, com muita animação, o forró de Eder de Oliveira. O artista vai apresentar o show As Mais Tocadas do Eder de Oliveira, uma coletânea de canções autorais que fazem parte da história do artista.

No domingo (20), as apresentações começam a partir das 14 horas, com contação de histórias Um Cesto de Histórias, com Brenda Caetano Perim, que é uma sessão de contação baseada em lendas do folclore brasileiro. Logo após, o Grupo Guerreiros Tupinikim, formado por jovens de 15 a 30 anos, da comunidade tradicional Tupinikim traz a dança indigena para o evento. A apresentação destaca a dança guerreira da comunidade, além de ser uma oportunidade de ampliar a visibilidade da Cultura Tradicional Tupinikim para o público em geral.

A música fecha o circuito de atividades artísticas em Baixo Guandu. O cantor Margozzo vai levar para o palco o show Músicas Tristes Que te Fazem Feliz. Em formato acústico, acompanhado por seu violão, o artista foca na força das letras de suas canções. A cantora Alinne Garruth traz uma linguagem jovem e descontraída para o palco do Cultura. A artista vai apresentar as canções dos EP’s Coroa e Abre Alas, que mostram sua versatilidade no universo pop.

Com idealização da Secretaria da Cultura (Secult ES), com gestão e operacionalização do Instituto Brasil de Cultura e Arte, apoio do Findes e do Sesi, o Cultura em Toda Parte conta com recursos da Lei Aldir Blanc, via Chamamento Público para Seleção de Organização da Sociedade Civil (OSC) para realizar Gestão e Operacionalização do Projeto “Cultura em Toda Parte” – Circulação e Difusão de Atividades Artísticas e Culturais no Estado do Espírito Santo, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Serviço
Cultura em Toda Parte 2022

Região 2: Central e Sul

Apresentações Culturais

18 de março
Sexta-feira

Escolas Municipais
A partir das 15 horas

  • A Orca e sua Amiga Foca / Gabriel Pontes Fonseca Ferreira (Teatro Lambe-Lambe) – Cachoeiro de Itapemirim
  • O Polvo e o Plástico / Ana Claudia Souza Fonseca Ferreira (Teatro Lambe-Lambe) – Cachoeiro de Itapemirim

Praça Getúlio Vargas, Centro
A partir das 18 horas

Palco

  • Cardume de Aventuras (Teatro Infanto-Juvenil) – Cachoeiro de Itapemirim
  • Mostra de Videoclipes
  • Washington Vieira e Claudio Lyra (música) – João Neiva

Sábado
19 de março

Praça Getúlio Vargas, Centro
A partir das 17 horas

Palco

  • Renato Sabaini e Marcos Penitenti – (Música) – Colatina
  • Eder de Oliveira (Música) – Colatina
  • Elias Wagner – (Música) – Linhares
  • Dayane Rosa (Música) – Linhares

Domingo
20 de março

Praça Getúlio Vargas, Centro
A partir das 14 horas

  • Um Cesto de Histórias / Brenda Caetano Perim (Contação de História) – Cachoeiro de Itapemirim
  • Grupo Guerreiros Tupinikim (Dança Indígena) – Aracruz
  • Músicas Tristes Que te Fazem Feliz / Margozzo (Música) – Cachoeiro do Itapemirim
  • Alinne Garruth (Música) – Cachoeiro de Itapemirim

Cultura em Toda Parte desembarca em Baixo Guandu com 18 atividades culturais gratuitas

Renato Sabaini e Marcos Penitenti (Colatina)

Está na hora de cair na estrada! Depois da estreia na cidade de Vitória, o Cultura em Toda Parte 2022 chega à cidade de Baixo Guandu, nos dias 18, 19 e 20 de março. Será uma programação composta por 12 apresentações artísticas, que acontecerão na praça Getúlio Vargas, e seis atividades de formação, divididas entre a Secretaria Municipal de Cultura, o auditório da Prefeitura de Baixo Guandu e o Caminhão Escola. Toda a programação é gratuita.

Depois da primeira edição on-line, em 2021, o projeto assume um caráter itinerante e percorrerá presencialmente dez cidades do Espírito Santo, envolvendo as cinco regiões do Estado durante dez finais de semana. A programação da Região 2, que compreende as regiões Central e Sul, é gerida pelo Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA), que é responsável por 100 ações: 70 apresentações artísticas e 30 atividades de formação, em cinco municípios e cinco finais de semana.

O Cultura em Toda Parte é um projeto idealizado pela Secretaria de Estado da Cultura que tem como principal objetivo jogar luz sobre o trabalho dos artistas que produzem no Espírito Santo. Esta seleção apresenta o talento dos artistas do estado, profissionais que enriquecem a cultura local. Além disso, o evento tem como pilar a formação, com oficinas e palestras, que promovem o intercâmbio entre a cultura e a educação”, disse Lucia Caus, diretora do IBCA.

As atividades respeitam os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria da Saúde (Sesa). Além disso, todos os participantes precisam comprovar a vacinação contra a Covid-19 para se apresentar.

Apresentações

As atividades artísticas da caravana do Cultura em Toda Parte na Região 2 começam no dia 18 de março e continuam até o dia 20 de março. A cidade sede é Baixo Guandu, e a programação foi desenvolvida com o objetivo de atingir toda a microrregião Centro-Oeste que inclui os municípios de Alto Rio Novo, Colatina, Governador Linderberg, São Gabriel da Palha, Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã e Vila Valério.

A programação apresenta um recorte da produção cultural do Espírito Santo com shows musicais de diversos gêneros, apresentações teatrais e de dança, contação de histórias e mostra audiovisual reafirmando a pluralidade e a criatividade dos artistas locais. Os profissionais selecionados foram escolhidos por meio de chamada pública, que aconteceu entre os meses de janeiro e fevereiro, por meio do Mapa Cultural ES.

Quem abre o evento, na sexta-feira (18), às 15 horas, são as apresentações de teatro lambe-lambe A Orca e sua Amiga Foca, com Gabriel Pontes Fonseca Ferreira; e O Polvo e o Plástico, de Ana Claudia Souza Fonseca Ferreira, que serão exibidas em escolas municipais de Baixo Guandu e voltadas para o público infantil.

Depois, a partir das 18 horas, na Praça Getúlio Vargas, as apresentações continuam com o espetáculo infantojuvenil Cardume de Aventuras. Na sequência, acontece a exibição da Mostra de Videoclipes, que irá exibir dez produções que unem a música ao audiovisual. E encerrando a noite, o show da dupla de instrumentistas Washington Vieira e Claudio Lyra.

No sábado (19), quem abre a programação é a dupla Renato Sabaini e Marcos Penitenti (foto) que traz a MPB para o palco do evento. Logo após, o sertanejo romântico toma conta da praça Getúlio Vargas, com o cantor Elias Wagner, que nos seus 20 anos de estrada já teve músicas gravadas por Amado Batista. O sertanejo continua ditando o ritmo, com o show da cantora Dayane Rosa. E fechando a noite, com a animação lá em cima, o forró de Eder de Oliveira.

No domingo (20), as apresentações começam a partir das 14 horas, com contação de histórias Um Cesto de Histórias, com Brenda Caetano Perim. Logo após, o grupo de dança indigena Grupo Guerreiros Tupinikim (foto). Fechando o circuito de Baixo Guandu, a música é quem dita o tom com os shows Músicas Tristes Que te Fazem Feliz, do cantor Margozzo; e a apresentação da cantora Alinne Garruth.

Oficinas e palestras

Além das apresentações artísticas, a programação do Cultura em Toda Parte 2022 apresenta 30 atividades de formação divididas entre as cidades sedes do evento. Em Baixo Guandu acontecerão 04 oficinas e 02 palestras. As inscrições estão abertas e podem ser feitas via formulário Google (encurtador.com.br/aAGI8). São 15 vagas para cada oficina e 30 vagas para as palestras. As inscrições e a participação nas atividades são gratuitas.

As oficinas e palestras abordam assuntos em diversas áreas, com foco na cultura. Os inscritos poderão experienciar formações nos campos da fotografia, da escrita, da leitura, do teatro, da botânica e captação de recursos. A fotógrafa Thais Gobbo vai tratar de questões técnicas e do olhar fotográfico na oficina Fotografia, Olhares e Afetos.

A literatura aparece em duas formações distintas: a escritora e produtora Lívia Corbellari vai incentivar, de forma coletiva, a escrita de poemas a partir das experiências do cotidiano na formação Escrita Poética; a doutora em educação Lilian Menenguci (foto), vai ensinar técnicas sobre o hábito da leitura na oficina Mediação de Leitura. Já o educador social, ator e bailarino, Cleverson Guerrera aborda o corpo dentro do espaço teatral na Oficina: Corpo Popular.

Finalizando a programação duas palestras. Produção e Captação de Recursos para Projetos Culturais, com a produtora Ursula Dart, joga luz sobre o caminho para a execução de um projeto cultural. Já Cultura e Botânica se Encontram na Construção de Saberes Locais, com a gestora ambiental Andressa Catarina, aborda a relação do ser humano com a ciência, plantas e ancestralidades. Os participantes que completarem a carga horária dos cursos terão direito a certificado.

Com idealização da Secretaria da Cultura (Secult ES), com gestão e operacionalização do Instituto Brasil de Cultura e Arte, apoio do Findes e do Sesi, o Cultura em Toda Parte conta com recursos da Lei Aldir Blanc, via Chamamento Público para Seleção de Organização da Sociedade Civil (OSC) para realizar Gestão e Operacionalização do Projeto “Cultura em Toda Parte” – Circulação e Difusão de Atividades Artísticas e Culturais no Estado do Espírito Santo, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Serviço
Cultura em Toda Parte 2022
Região 2: Central e Su
l

Apresentações Culturais

18 de março
Sexta-feira

Escolas Municipais
A partir das 15 horas

  • A Orca e sua Amiga Foca / Gabriel Pontes Fonseca Ferreira (Teatro Lambe-Lambe) – Cachoeiro de Itapemirim
  • O Polvo e o Plástico / Ana Claudia Souza Fonseca Ferreira (Teatro Lambe-Lambe) – Cachoeiro de Itapemirim

Praça Getúlio Vargas, Centro
A partir das 18 horas

Palco

  • Cardume de Aventuras (Teatro Infantojuvenil/ Cachoeiro de Itapemirim)
  • Mostra de Videoclipes
  • Disco Voador – Intérprete: Banda Alldeia / Direção: Thiago Soares
  • Eu Queria Voar – Intérprete: Margozzo / Direção: Margozzo
  • Filha de Luz – intérprete: Negras Conectadas / Direção: Viviane Lopes Pereira
  • Let The Melody Guide Your Soul – Intérprete: Clara Marins / Direção: Guajardo Films
  • O Que Que a Quarentena Fez – Intérpretes: Dório e Gabriel / Direção: Tafarel Silversom
  • Pra Sorrir – Intérpretes: Douglas Lopes e Nano Vianna / Direção: Douglas Lopes e Aniceto Frizzera Neto
  • Rio pro Mar – Intérprete: Rafael Martins / Direção: Marcos Baretta
  • Space Woods – Intérprete: My Magical Glowing Lens / Direção: Gustavo Senna
  • Trajetórias Interrompidas – Intérprete: Beto Pinheiro / Direção: Beto Pinheiro
  • Tudo ou Nada – Intérprete: Alinne Garuth / Direção: Alinne Garuth e Flora Fiorio
  • Washington Vieira e Claudio Lyra (Música/ João Neiva)

Sábado
19 de março

Praça Getúlio Vargas, Centro
A partir das 17 horas

Palco

  • Renato Sabaini e Marcos Penitenti – (Música/ Colatina)
  • Eder de Oliveira (Música/ Colatina)
  • Elias Wagner – (Música/ Linhares)
  • Dayane Rosa (Música/ Linhares)

Domingo
20 de março

Praça Getúlio Vargas, Centro
A partir das 14 horas

Palco

  • Um Cesto de Histórias / Brenda Caetano Perim (Contação de História/ Cachoeiro de Itapemirim)
  • Grupo Guerreiros Tupinikim (Dança Indígena/ Aracruz)
  • Músicas Tristes Que te Fazem Feliz / Margozzo (Música/ Cachoeiro do Itapemirim)
  • Alinne Garruth (Música/ Cachoeiro de Itapemirim)

Oficinas e Palestras
Caminhão Escola
Secretaria Municipal de Cultura
Auditório da Prefeitura de Baixo Guandu

Sexta-feira
18 de março

9h – Oficinas: Fotografia, olhares e afetos – Thais Gobbo
14h – Palestra: Produção e Captação de Recursos para Projetos Culturais / Ursula Dart
14h – Oficina: Escrita Poética / Lívia Corbellari
14h – Oficina: Corpo Popular / Cleverson Guerrera
19h às 21h – Palestra: Cultura e Botânica se Encontram na Construção de Saberes Locais / Andressa Catarina

Sábado
19 de março

9h – Oficina: Fotografia, olhares e afetos / Thais Gobbo
9h – Oficina: Mediação de leitura / Lilian Menenguci
9h – Oficina: Oficina: Corpo Popular / Cleverson Guerrera
9h – Oficina: Escrita Poética / Lívia Corbellari
14h – Oficina: Oficina: Mediação de leitura / Lilian Menenguci

Inscrições abertas para as oficinas e palestras do Cultura em Toda Parte

Atenção, população de Baixo Guandu e municípios vizinhos: A Secretaria Municipal de Cultura de Baixo Guandu em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo, informa que as inscrições para as oficinas e palestras do Cultura em Toda Parte – Região 2 estão oficialmente abertas!

São quatro oficinas e duas palestras sobre diversos temas que acontecerão nos dias 18 e 19 de março. Para se inscrever, basta acessar o link: https://abre.ai/d8u2

Oficinas

Fotografia, olhares e afetos / Thais Gobbo
Sexta (18) e Sábado (19), às 9h

Escrita Poética / Lívia Corbellari
Sexta (18), às 14h e Sábado (19), às 9h

Corpo Popular / Cleverson Guerrera
Sexta (18), às 14h e Sábado (19), às 9h

Mediação de leitura – Lilian Menengucci
Sábado (19), às 9h

Palestras:

Cultura e botânica se encontram na construção de saberes locais / Andressa Catarina
Sexta (18), às 19h

Produção e Captação de Recursos para Projetos Culturais / Ursula Dart
Sexta (18), às 14h

São 15 vagas para cada oficina e 30 para cada palestra. As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição.

Atenção: Todos os protocolos de proteção contra a Covid-19 serão respeitados.

Esperamos você!

Com idealização da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo, com gestão e operacionalização do Instituto Brasil de Cultura e Arte, apoio do Findes e do Sesi, o Cultura em Toda Parte conta com recursos da Lei Aldir Blanc, via Chamamento Público para Seleção de Organização da Sociedade Civil (OSC) para realizar Gestão e Operacionalização do Projeto “Cultura em Toda Parte” – Circulação e Difusão de Atividades Artísticas e Culturais no Estado do Espírito Santo, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Baixo Guandu vai receber mais de R$ 130 mil do Programa de Coinvestimento da Cultura – Fundo a Fundo

Governador Renato Casagrande, Secretária Municipal de Cultura, Miria Souza Cruz e a Vice-governadora Jacqueline Moraes. Foto: Fhilipe Gonçalves – Ascom

O município de Baixo Guandu foi habilitado para receber mais de R$ 130 mil reais do Programa de Coinvestimento da Cultura – o Fundo a Fundo, do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura (Secult). Os municípios contemplados foram anunciados durante uma cerimônia na tarde desta última quinta-feira (03), no Palácio Anchieta, em Vitória, com a presença do governador Renato Casagrande e da Vice-governadora Jacqueline Moraes.

O Programa de Coinvestimentos da Cultura – Fundo a Fundo amplia o volume de fomento à cultura do Espírito Santo, na medida em que os municípios estabelecem suas próprias políticas de fomento para receberem o investimento. O valor total investido por meio deste programa no campo da Cultura em 2022 é da ordem de pouco mais de R$ 8,3 milhões.

“Parabéns ao governador Renato Casagrande por esse investimento importante para a retomada da cultura em nosso Estado. Com o Fundo a Fundo, vamos investir em nossos talentos guanduenses, incluindo cada vez mais fazedores de cultura, pessoas vulneráveis, linguagens e culturas populares”, destacou a Secretária Municipal de Cultura, Miria Souza Cruz.

Durante o evento, foi assinado o termo de intenção entre o Estado e Município, no qual o gestor municipal se compromete com o andamento da segunda fase do processo de coinvestimento, que consiste na elaboração e aprovação do Plano de Ação, na adequação das leis que foram apontadas nos Pareceres Técnicos enviados ao município e na celebração da parceria, dentro dos prazos previstos.

O secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, explicou os próximos passos do programa e comemorou essa conquista histórica da população capixaba. “O desafio de fortalecer a base da cultura é de todos e o Fundo a Fundo é um baita empurrão para isso. Vamos fortalecer orçamentos e políticas públicas, incluindo cada vez mais fazedores de cultura, pessoas vulneráveis, linguagens e culturas populares”, disse.

Depois da portaria publicada, a Secretaria Municipal de Cultura deve elaborar um plano de ação descrevendo os programas, projetos e ações a serem realizados por meio dos recursos transferidos do Fundo Estadual da Cultura (Funcultura) ao Fundo Municipal de Cultura. Após elaborado, o plano deverá ser amplamente discutido no âmbito do Conselho Municipal de Cultura e, depois de aprovado pelos mesmos, o município vai encaminhar o documento para a Secult analisar.

Baixo Guandu vai receber oficinas do Cultura em Toda Parte

O Município de Baixo Guandu vai receber oficinas culturais pelo projeto cultura em toda parte. As oficinas serão escolhidas pela população em votação dentre as opções disponíveis no formulário:

  • Oficina de mediação de Leitura;
  • Fotografia para celular;
  • Crítica audiovisual;
  • Teatro;
  • Teatro expressão corporal;
  • Culinária cultural;
  • Pintura em tecido;
  • Música;
  • Dança.

Para escolher quais oficinas serão ofertadas à população basta acessar o (Clique aqui!), e votar na opção de interesse.

Além das oficinas o projeto Cultura em Toda Parte aborda apresentações artísticas 140 apresentações artísticas nas diversas linguagens artísticas, como artes cênicas (teatro, dança, circo e performance), artes visuais, música, literatura, audiovisual, arte digital, design, moda, cultura alimentar, cultura popular, cultura afro-brasileira, cultura indígena e artes integradas.

O Cultura em Toda Parte foi idealizado pela Secretaria da Cultura (Secult ES) e está sendo gerido por duas organizações da sociedade civil: o Instituto Parceiros do Bem e o Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA). Cada instituto vai cuidar de 100 ações, em cinco municípios e cinco finais de semana.

Inscrições do Cultura em Toda Parte 2022 prorrogadas até 11 de fevereiro

As inscrições para o Cultura em Toda Parte 2022 foram prorrogadas. Artistas e produtores culturais terão até o dia 11 de fevereiro para se inscrever na chamada pública que irá selecionar apresentações artísticas para compor a programação do projeto, que acontece entre os meses de março e maio em 10 municípios do estado. O edital já está disponível em mapa.cultura.gov.es.br (acesse aqui).

Serão selecionadas 140 apresentações artísticas nas diversas linguagens artísticas, como artes cênicas (teatro, dança, circo e performance), artes visuais, música, literatura, audiovisual, arte digital, design, moda, cultura alimentar, cultura popular, cultura afro-brasileira, cultura indígena e artes integradas.

Todos os participantes vão precisar comprovar a vacinação contra a Covid-19 para se apresentar. Além dos cachês (confira no final do texto), os selecionados terão apoio na logística da apresentação.

O Cultura em Toda Parte foi idealizado pela Secretaria da Cultura (Secult ES) e está sendo gerido por duas organizações da sociedade civil: o Instituto Parceiros do Bem e o Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA). Cada instituto vai cuidar de 100 ações, em cinco municípios e cinco finais de semana.

Inscrições

Na prática, isso faz diferença na hora da inscrição, que é por cidade do grupo ou artista que se interesse. Ou seja, na hora de escolher entre região 1 ou 2 no Mapa Cultural, escolha a cidade em que está o seu comprovante de residência.

Região 1 (gestão do Instituto Parceiros do Bem):

Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Brejetuba, Cariacica, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Guarapari, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, Laranja da Terra, Mantenópolis, Marechal Floriano, Montanha, Mucurici, Nova Venécia, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Mateus, Serra, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Velha e Vitória.

Dúvidas e informações:

Instituto Parceiros do Bem
E-mail: producao.parceirosdobem@gmail.com
Telefone: 27 33761674
Whatsapp: 27 99272-0945
Atendimento: segunda a sexta, das 13h às 19h

Região 2 (gestão do IBCA):

Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Colatina, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Governador Lindenberg, Guaçuí, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Marataízes, Marilândia, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Muqui, Pancas, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Roque do Canaã, Sooretama, Vargem Alta e Vila Valério.

Dúvidas e Informações:

IBCA
E-mail: atendimento.ibca@gmail.com
Telefone: 27 33272751
Whatsapp: 27-992417022
Atendimento: segunda a sexta, das 10h às 17h

Novidades

Neste ano, as apresentações serão presenciais, respeitando os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria da Saúde (Sesa). No ano passado, todas as apresentações e atividades de formação do Cultura em Toda Parte foram realizadas de maneira remota.

Outra novidade é a categoria videoclipe, que não existia na primeira edição do Cultura em Toda Parte. No caso dessa categoria, os artistas estarão licenciando seus videoclipes para serem executados durante toda a programação. Na hora da inscrição, vale a cidade do artista ou banda e será necessário anexar uma carta com a autorização do diretor do clipe.

Oportunidades

Cada apresentação receberá cachê pela participação de acordo com a tabela abaixo:

Categoria A – Apresentações solo – R$ 1,5 mil (10 oportunidades)
Categoria B – Apresentações duo – R$ 2,2 mil (18 oportunidades)
Categoria C – Apresentações trio – R$ 3,3 mil (18 oportunidades)
Categoria D – Apresentações com 4 até 6 artistas – R$ 5 mil (44 oportunidades)
Categoria E – Apresentações artes cênicas/dança com até 7 artistas – R$ 6 mil (10 oportunidades)
Categoria F – Apresentações cultura popular com até 10 artistas – R$ 7 mil (10 oportunidades)
Categoria G – Apresentações de contação de histórias – R$ 1,5 mil (10 oportunidades)
Categoria H – Apresentações de videoclipe – R$ 800,00 (20 oportunidades)

Cultura em Toda Parte 2022 lança chamada pública para apresentações artísticas

Duzentas atividades artísticas gratuitas contemplando os 78 municípios do Espírito Santo entre março e maio deste ano. Esse é o Cultura em Toda Parte 2022. São 140 apresentações artísticas e 60 atividades formativas que serão sediadas em 10 municípios capixabas, envolvendo as cinco regiões do Estado e acontecerão em dez finais de semana. As inscrições para essa chamada pública e o regulamento estão disponíveis até o próximo dia 31 de janeiro no site mapa.cultura.gov.es.br.

Para compor a programação do Cultura em Toda Parte 2022, serão selecionadas apresentações artísticas nas diversas linguagens artísticas, como artes cênicas (teatro, dança, circo e performance), artes visuais, música, literatura, audiovisual, arte digital, design, moda, cultura alimentar, cultura popular, cultura afro-brasileira, cultura indígena e artes integradas.

O Cultura em Toda Parte foi idealizado pela Secretaria da Cultura (Secult ES) e está sendo gerido por duas organizações da sociedade civil: o Instituto Parceiros do Bem e o Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA). Cada instituto vai cuidar de 100 ações, em cinco municípios e cinco finais de semana.

O edital já está disponível aqui.

Novidades

Neste ano, as apresentações serão presenciais, respeitando os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria da Saúde (Sesa). No ano passado, todas as apresentações e atividades de formação do Cultura em Toda Parte foram realizadas de maneira remota.

Outra novidade é a categoria videoclipe, que não existia na primeira edição do Cultura em Toda Parte. No caso dessa categoria, os artistas estarão licenciando seus videoclipes para serem executados durante toda a programação. Na hora da inscrição, vale a cidade do artista ou banda e será necessário anexar uma carta com a autorização da direção do clipe.

Inscrições

Poderão participar desse grande circuito cultural artistas e produtores de cultura com residência no Espírito Santo e atuação artística de pelo menos dois anos. Os selecionados deverão comprovar a vacinação contra a Covid-19 para realizar suas respectivas apresentações. Além dos cachês (confira no fim da matéria), os selecionados terão apoio na logística da apresentação. No ato da inscrição, o proponente deve optar pela Região 1 ou 2 no Mapa Cultural ES de acordo com o local onde reside. Além disso, 40% das vagas são reservadas para mulheres, negros, LGBTQIA+, quilombolas, indígenas e pessoas com deficiência.

A gestão da Região 2 será feita pelo Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA) e contempla as seguintes cidades: Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Colatina, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Governador Lindenberg, Guaçuí, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Marataízes, Marilândia, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Muqui, Pancas, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Roque do Canaã, Sooretama, Vargem Alta e Vila Valério.

Dúvidas e Informações

IBCA
e-mail: atendimento.ibca@gmail.com
Telefone: 27 33272751
Whatsapp: 27-992417022
Atendimento: segunda a sexta, das 10h às 17h

Oportunidades

Serão selecionadas 70 apresentações na Região 2. O cachê pela participação será de acordo com a tabela abaixo:
Categoria A – Apresentações solo – R$ 1,5 mil (05 oportunidades)
Categoria B – Apresentações duo – R$ 2,2 mil (09 oportunidades)
Categoria C – Apresentações trio – R$ 3,3 mil (09 oportunidades)
Categoria D – Apresentações com 4 até 6 artistas – R$ 5 mil (22 oportunidades)
Categoria E – Apresentações artes cênicas/dança com até 7 artistas – R$ 6 mil (05 oportunidades)
Categoria F – Apresentações cultura popular com até 10 artistas – R$ 7 mil (05 oportunidades)
Categoria G – Apresentações de contação de histórias – R$ 1,5 mil (05 oportunidades)
Categoria H – Apresentações de videoclipe – R$ 800,00 (10 oportunidades)

Com realização do Instituto Brasil de Cultura e Arte, o Cultura em Toda Parte conta com recursos da Lei Aldir Blanc, via Chamamento Público para Seleção de Organização da Sociedade Civil (OSC) para realizar Gestão e Operacionalização do Projeto “Cultura em Toda Parte” – Circulação e Difusão de Atividades Artísticas e Culturais no Estado do Espírito Santo, por intermédio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult ES), direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Adiada oficina de capacitação dos Editais da FUNCULTURA

A Secretaria de Cultura da prefeitura municipal de Baixo Guandu comunica aos interessados que a Oficina de Capacitação dos Editais da FUNCULTURA, marcada para essa terça-feira (14), às 16h, foi adiada por motivos de força maior.

Novas informações serão divulgadas tão logo haja uma nova definição sobre o evento.

Prefeitura de Baixo Guandu assina convênio para criação da Orquestra de Violões

Assinatura do convênio pela Secretária de Cultura Miria Souza Cruz e prefeito Municipal Lastênio Cardoso. Foto Ascom

O prefeito municipal de Baixo Guandu Lastênio Cardoso e a Secretária de Cultura Miria Souza Cruz, assinaram na tarde desta última quarta-feira (09), o convênio para formação e capacitação de músicos para o projeto “Orquestra de Violões”. O convênio é fruto de uma emenda parlamentar da deputada estadual Raquel Lessa (Pros).

De acordo com a Secretária, Miria Souza Cruz, o projeto que foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura irá atender cerca de 350 crianças e adolescentes do município, valorizando e preservando o gênero musical, bem como prática e teoria. “Através desse projeto iremos despertar em nossas crianças e adolescentes, o interesse pela música instrumental que irá contribuir para o desenvolvimento intelectual dos nossos jovens”, destacou a Secretária.

O recurso repassado por meio de emenda parlamentar será destinado para aquisição de 40 estantes para partiras de música, 17 violões acústicos, 02 violões elétricos com cordas de nylon e 02 violões elétricos com cordas de aço.